Filho de Ágata condenado por violação

Marco Caneira tinha 36 anos quando abusou de uma criança com 14.
Ágata apoia a Seleção
Ágata
Foto: DUARTE RORIZ
15 dez 2018 • 06:00
Isabel Laranjo
Marco de Sousa Caneira, de 38 anos, o filho mais velho da cantora Ágata, foi condenado, pelo tribunal de Ponta Delgada, nos Açores, a seis anos e meio de prisão efetiva pela violação de uma menor de 14 anos. Depois do julgamento, que decorreu à porta fechada, a defesa do arguido garantiu que vai pedir recurso para o Tribunal da Relação.

O caso remonta a 18 de setembro de 2016, quando Marco terá confrontado a criança na noite, no final das festas em honra de Nossa Senhora dos Remédios. De seguida, consta que terá levado a rapariga para um gabinete da Junta de Freguesia de Povoação, onde o crime terá ocorrido.

Este não foi o único crime que levou Marco Caneira à barra do tribunal. Os crimes de pornografia de menores e importunação sexual também faziam parte do rol da acusação. Tudo porque, nessa mesma altura, o agente artístico terá enviado fotografias de teor pornográfico a uma prima da menor que terá sido violada. Só que a outra criança acabou por não sofrer abusos sexuais.

Esta não é a primeira vez que Marco Caneira se vê envolvido em problemas com conotações sexuais. Recorde-se que, no mesmo ano em que violou a criança, em 2016, foi obrigado a pagar uma indemnização a uma antiga namorada, por ter filmado, sem autorização, e divulgado imagens do casal em atos sexuais.

Ágata está incomodada com a situação que envolve o filho mais velho mas continua a fazer a vida normal, tendo estado a atuar no Natal dos Hospitais, na quinta-feira, dia 13, enquanto Marco estava a ser julgado.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo