Filho mais velho de Pedro Lima vai tomar conta dos irmãos

João Francisco abdicou de estudar no estrangeiro para poder acompanhar de perto Emma, Mia, Max e Clara.
Pedro Lima com o filho mais velho, João Francisco
Pedro Lima com o filho mais velho, João Francisco
O ator com a mulher, a ceramista Anna Westerlund
Pedro Lima nas gravações
Pedro Lima estava a  construir uma casa de raiz
Pedro Lima com o filho mais velho, João Francisco
Pedro Lima com o filho mais velho, João Francisco
O ator com a mulher, a ceramista Anna Westerlund
Pedro Lima nas gravações
Pedro Lima estava a  construir uma casa de raiz
27 jun 2020 • 01:30
Vânia Nunes
Com a morte de Pedro Lima, João Francisco, filho mais velho do ator, sentiu necessidade de apoiar ainda mais os quatro irmãos, Emma, de 15 anos, Mia, de 13, Max, de nove, e Clara, de três. Por isso, o jovem de 21 anos, fruto da relação do artista com Patrícia Piloto, decidiu abdicar de um projeto que tinha para breve: estudar no estrangeiro.

"Já estava tudo definido e alinhado com o pai. Mas, face ao que aconteceu, ele já falou com a mãe e avisou-a de que vai abdicar de tudo isso. Ele quer assumir o papel de chefe de família. Quer ocupar o lugar do pai e garantir que os irmãos ficam bem", revelou uma fonte próxima da família à ‘TV Guia’, acrescentando que, além desta decisão, João também irá ficar a viver com a madrasta, Anna Westerlund e com os irmãos na casa de Cascais.

João quer poder acompanhar a família de perto e protegê-la. Além do sofrimento pela perda do pai, as irmãs mais velhas estão a ser vítimas de bullying por parte de colegas da escola. Uma situação denunciada em direto na televisão por Liliana Campos, sua madrinha.

"Queria pedir também aos coleguinhas da escola da Emma e da Mia que pensassem. Estas crianças estão a receber mensagens a dizer que é bem feita terem perdido o pai", disse, indignada e emocionada.
Homenagem ao pai

João Francisco Lima sempre manteve uma relação muito próxima com o pai, que morreu aos 49 anos, como testemunham as imagens que partilhavam frequentemente nas redes sociais. "Ensinaste-me a desfrutar da viagem. Mal sabia que seria tão curta. Trago-te comigo no sorriso, no olhar, no jeito, no abraço. Perdi o meu melhor amigo. Agora o estúpido sou só eu...", escreveu o jovem, que partilhava vários hobbies com o pai, como o voleibol, o futebol e o surf.

Peças de Anna Westerlund à venda em mercado de verão
As peças de cerâmica de Anna Westerlund estão à venda no mercado de verão Stylista, que começou ontem e termina hoje no Hipódromo de Cascais. Ontem, na abertura do certame, foram muitas as figuras públicas e anónimas que fizeram partilhas sobre o trabalho da artista plástica. Jessica Athayde foi uma delas. A atriz, que é amiga da família, foi ao evento e comprou uma peça. "Gostam da minha jarra azul? É linda não é? Comprei à talentosa Anna Westerlund", partilhou. Também Rita Ferro Rodrigues divulgou cerâmicas da mulher de Pedro Lima.

Artista recebe onda de solidariedade
Com a divulgação que tem sido feita do trabalho de Anna Westerlund, as peças de cerâmica do seu site têm esgotado de dia para dia. A artista tem sentido uma onda de solidariedade à sua volta.

TVI prepara alternativa na novela
Pedro Lima estava a gravar a novela ‘Amar Demais’, da TVI, na qual interpretava Gabriel, um político corrupto. Agora, a produção da trama está a preparar alternativas para a sua personagem, mas está já descartada a hipótese desta ser retirada da história.

"A personagem dele não vai desaparecer, até porque a escrita da novela está quase finalizada", explicou uma fonte da produção. "Na Globo já houve inúmeras situações idênticas. bEm Portugal, também já houve trocas de atores, embora noutros contextos", revelou a mesma fonte. Estreia está prevista para setembro.

Obras na moradia não pararam
No final do ano passado, Pedro Lima iniciou as obras de construção da casa dos seus sonhos, localizada numa zona nobre de Cascais.

Nos últimos meses, o ator foi partilhando vários desabafos nas redes sociais sobre os encargos que estava a ter com a moradia, que teve de sofrer vários ajustes.

Além disso, desabafou com amigos que a sua maior preocupação era não conseguir suportar financeiramente os encargos que tinha com a obra, principalmente depois de ter visto o seu ordenado ser reduzido durante a pandemia.

De acordo com a ‘TV7 Dias’, na segunda-feira antes da sua morte, Pedro Lima esteve na obra e fez novos cortes.

"Retirou algumas coisas para que ficasse mais barato, como por exemplo a piscina, que poderia mais tarde construir quando quisesse". As obras da moradia continuam e prevê-se que terminem em outubro. Entretanto, já vários amigos se mostraram prontos a ajudar a família, como António Parente, dono da produtora SP Televisão. "Devo dirigir as minhas energias para recuperar a família e proporcionar-lhe o futuro que merece".
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo