Filipa Nunes: “Não percebo quem leva a casa para a praia”

“Não perco tempo com queixas de que está calor”, afirma a psicóloga.
 Filipa Torrinha Nunes
Filipa Torrinha Nunes
Foto: Pedro Simões
10 ago 2020 • 01:30
Filipa Nunes tem 30 anos, nasceu em Santarém, mas reside atualmente em Lisboa.

É psicóloga de formação, mas nos últimos tempos tem-se dedicado à televisão, como comentadora de social.

Namora com o ator Luís Lourenço.

- CM: Uma resolução para este verão?

– Abraçar pessoas! Algo difícil devido à época que vivemos.

- Batata frita, bola de Berlim, fruta ou chocolate?

– Sempre batata frita! Comia diariamente se pudesse.

- Estão 42 graus à sombra: o que faz para refrescar?

– Na impossibilidade de dar um mergulho, medito! Nada que o poder da mente não resolva.

- Confesso: no verão não resisto a um bom…

– Pôr do sol na praia.

- Praia no início da manhã ou ao final de tarde?

– Início da manhã. Bem cedo.

- A pessoa do lado não tem a toalha a uma distância aceitável. Afasta-o ou afasta-se?

– Partindo do pressuposto que pessoa chega depois, peço-lhe educadamente que se afaste.

- No verão é de comer ou beber mais?

– Não se trata de “mais” mas sim de “diferente”. A alimentação muda consoante o clima. Consumo alimentos e bebidas mais frescos.

- Nesta altura do ano nunca perco tempo com…

– Queixas de que está imenso calor! Toda a gente faz isso e acho que não faz sentido.

- Maquilhagem na praia faz sentido?

– Tudo faz sentido desde que nos sintamos bem.

- Nunca percebi aquelas pessoas que no verão…

– Levam a casa para a praia. Cadeiras, toalhas, chapéus. Isso impede-as de estarem em contacto com a natureza.

Mais sobre
Newsletter
topo