Filipa Lemos: “O sentimento de culpa está comigo”

Tony Lemos caiu numa depressão em 2017, após a separação.
Filipa Lemos
Filipa Lemos
07 jan 2021 • 01:30
Três meses após a morte de Tony Lemos, Filipa Lemos, vocalista dos Santamaria, recordou os últimos anos de vida do irmão que vivia numa depressão profunda. “O meu irmão começou a sofrer de depressão em 2017, aquando da separação dele. Nesse ano não houve nenhum concerto em que ele não começasse a atuação a chorar”, recordou a cantora numa conversa no programa ‘Goucha’, na TVI.

Apesar de muitas vezes ser a confidente do irmão, Filipa conta que Tony Lemos era uma pessoa muito reservada e que muitas vezes se isolava. Licenciada em psicologia clínica, a cantora ainda não conseguiu aceitar o que aconteceu e aponta os efeitos da pandemia como uma das causas que podem ter motivado a decisão do irmão.

Angustiada, Filipa vive sem saber se poderia ter feito algo mais para ajudar Tony a evitar a tragédia. “Acho que a culpa é um sentimento está comigo para o resto dos meus dias. Não que eu ache que falhei”, disse emocionada.
Mais sobre
Newsletter
topo