Funeral do Príncipe Filipe preparado ao pormenor

Despedida ao marido de Isabel II segue plano minucioso e conta com restrições. Príncipe Harry volta a casa e desvia atenções.
Príncipe Filipe
Rainha Isabel II
William e Harry
Príncipe Filipe
Rainha Isabel II
William e Harry
17 abr 2021 • 01:30
André Filipe Oliveira
As cerimónias fúnebres do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, que morreu aos 99 anos, no passado dia 9 de abril, realizam-se este sábado, a partir das 15 horas. O evento está planeado ao segundo e vai ser emitido pela BBC.

Devido às restrições impostas pelo novo coronavírus e às regras definidas pelo governo, apenas 30 pessoas podem estar presentes no último adeus ao marido da rainha Isabel II. Trata-se assim de um acontecimento inédito, uma vez que os funerais de membros reais contam sempre com um grande aparato. No entanto, estes impedimentos estão a ser bem encarados pela família. O Palácio informou em comunicado que as restrições do funeral “refletem os desejos do duque” e ainda que as cerimónias tal como estão planeadas vão “celebrar e refletir” a sua vida de serviço.

Entre os convidados estão membros da família da rainha e do duque de Edimburgo, incluindo três dos seus parentes alemães. E ainda o príncipe Harry, que regressa à terra natal após o renuncio às funções reais, há um ano. A mulher Meghan Markle vai permanecer nos EUA, devido à gravidez, por indicação médica.

Segundo a imprensa britânica, o funeral tem início na capela particular do Castelo de Windsor, onde o corpo do príncipe Filipe permanece em câmara ardente. Segue depois num Land Rover modificado até à Capela de São Jorge, onde será celebrada uma missa.

Horários da cerimónia
14h15 O arranque: elementos da guarda da rainha e unidades militares ligadas ao duque de Edimburgo começam a alinhar-se no exterior do Castelo de Windsor.

14h20 Realeza: os membros da família real e da família do duque de Edimburgo que não participam no cortejo fúnebre partem do Castelo de Windsor de carro rumo à Capela de São Jorge, nas imediações.

14h40 Transporte: o caixão do príncipe Filipe é colocado no Land Rover. Os filhos - os príncipes Carlos, André, Eduardo, e a princesa Ana - seguem num outro veículo atrás, ao lado dos netos do duque de Edimburgo.

14h45 Cortejo: tem início o cortejo fúnebre, liderado pela banda dos Guardas Granadeiros. Seguem-se os chefes do Estado-Maior, o Land Rover com o príncipe, a família real e, por fim, a rainha, que viaja no seu State Bentley. O cortejo será acompanhado por elementos da Royal Navy, Royal Marines, The Highlanders e Royal Air Force, entre outros.

14h53 Início da celebração religiosa: o Land Rover chega à Capela de São Jorge e é recebido pela banda do Rifles Regiment, que tocará o hino nacional. O caixão, coberto com o estandarte do duque, uma coroa, o seu chapéu e espada da Marinha, é recebido pelo decano de Windsor e pelo arcebispo de Canterbury. Só a família real entra na capela.

15h00 Honras. É feito um minuto de silêncio em todo o país, em memória do duque. O início e o fim do silêncio serão assinalados por uma arma disparada pela King’s Troop Royal Horse Artillery.

Percurso móvel
O corpo do príncipe Filipe está em câmara ardente na capela privada do Castelo de Windsor. Após o arranque da cerimónia, antes das 15h, vai ser transportado por um Land Rover até à Capela de S. Jorge, acompanhado por uma banda.

Honras em exposição
Vários objetos que refletem a vida do príncipe Filipe e reconhecem o seu serviço ao país vão estar expostos no altar da Capela de São Jorge. Entre elas estão as inúmeras medalhas e condecorações com as quais o duque foi distinguido.

Homenagens à distância
O público vai ficar afastado do funeral do príncipe Filipe. A família real fez saber que são bem-vindos donativos à instituição de caridade apoiada pelo Palácio, ao invés dos habituais arranjos florais.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo