Gonçalo Diniz recorda luta contra o cancro: "Eu vi a luz divina"

O ator emocionou-se ao desabafar sobre o drama que venceu e ao falar sobre o apoio da mulher, Sofia Cerveira.
Sofia Cerveira e Gonçalo Diniz
14 jan 2020 • 19:50
Gonçalo Diniz esteve esta manhã, dia 14 de janeiro, à conversa com Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes no programa 'Você na TV'.

O ator voltou a desabafar sobre o momento mais dramático que viveu, quando lhe foi diagnosticado cancro no testículo em 2016. Depois de vencer a doença, mostra-se grato. "Nunca estás preparado, ficas a negar", disse o artista, que garante que teve tudo a ver com a forma de pensamento.

"Talvez tenha ficado mais crente. Eu vi a luz divina e vi a luz das coisas acontecerem quando tomei uma posição positiva perante a doença. É uma questão de postura. Uma pessoa tem de ir atrás da vitória. Isto tem de entrar na cabeça. Não havia hipótese de não me salvar… uma mulher, uma filha a caminho...", disse ainda, relembrando, que, na altura que soube do problema de saúde, foi surpreendido com a boa nova. A mulher, Sofia Cerveira, estava grávida de uma menina, Vitória, que tem agora três anos.

"Não tinha como não me salvar", garantiu Gonçalo Diniz. 

Gonçalo aproveitou a conversa para recordar o ator e amigo João Ricardo, que morreu em 2017 também vítima do cancro. "Foi o meu grande amigo da arte, que me levaram muito cedo. Tantas peças que queríamos fazer e não conseguimos... Ele era um homem muito inteligente", começou por dizer.

"O João faz-me muita falta. Cada vez que entro em cena… tenho no camarim uma foto dele do último espetáculo que fizémos… Eu beijo sempre a foto e peço-lhe sempre proteção. Peço sempre ‘bora lá, ajuda-me’", contou ainda, emocionado.

Mas a mulher de Gonçalo Diniz, Sofia Cerveira, também não escapou aos rasgados elogios do ator, depois de ter estado sempre do seu lado na luta contra o cancro. "Ela entrou na minha vida há 25 anos. Conheci quase todos os ex-namorados dela. A Sofia sempre foi das minhas melhores amigas", começa por dizer o rosto de 'Nazaré', na SIC.

"Quando estávamos juntos, ela ria muito e eu sentia uma paz muito grande. E eu brincava muito a dizer ‘um dia vais ser minha’", recorda ainda, enquanto admite que, antes de namorar com Sofia, era "um pinga.-amor".

Gonçalo Diniz confessa que Sofia é a sua "cara metade, um amor de pessoa, uma paz de alma".

Perante as palavras apaixonadas, Gonçalo Diniz foi surpreendido por uma mensagem ternurenta por parte da mulher. "O Gonçalo é uma força da natureza, ele tem garra pela vida. É otimista por natureza, gosta de ajudar o próximo, de ouvir as necessidades do próximo. É um paizão super dedicado", começa por dizer a atriz.

"Vê-lo a batalhar e a nunca desistir é uma inspiração para mim. Amo-te muito. Continua assim, integro e com uma coragem que te faz correr o mundo", terminou Sofia Cerveira.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo