Gordon Ramsay despede 500 funcionários devido à crise e é criticado: "Livrou-se de nós. Foi selvagem"

O chef de cozinha deixou os funcionários devastados com a decisão que tomou neste período difícil.
Gordon Ramsay
Gordon Ramsay, LaFerrari Aperta, carro, compra
Foto: D.R
26 mar 2020 • 18:31
No período difícil que se atravessa, Gordon Ramsay, de 53 anos, teve de tomar decisões inesperadas que estão a causar grande polémica.

A estrela de cozinha, que fechou restaurantes em Londres devido ao surto de coronavírus, despediu agora 500 funcionários. 

Apesar de ainda não se ter manifestado sobre o assunto, são vários os empregados que estavam a seu cargo que estão a mostrar-se revoltados publicamente pela situação. 

Segundo a imprensa internacional, os empregados foram chamados para o restaurante da Heddon Street, onde receberam a informação da rescisão dos contratos. Mais tarde, voltaram a ser contactados, e foi-lhes dito que o salário de março iria ser pago até ao próximo dia 17 de abril.

Os trabalhadores do chef britânico não escondem a revolta pela situação e por Gordon os ter deixado sem emprego sem qualquer aviso prévio de que tal poderia acontecer. 

"Todos nós trabalhámos tanto para o Gordon Ramsay e ele livrou-se de nós quando mais precisávamos de apoio", explicou a chef Anca Toropu.

"Muitos funcionários ficaram em lágrimas pela forma como foram tratados pelo chef. O comportamento dele foi terrível", continuou.

 "Todos trabalhámos arduamente para o Gordon Ramsay mas quando mais precisamos do seu apoio, ele livra-se de nós", disse ainda. 

A funcionária não hesitou também em fazer uma publicação nas redes sociais onde expôs o caso e a revolta que sente. "Que pena ver como a empresa em que trabalhei e dei tudo o que tinha durante dois anos atirou-me fora, como se não fosse nada além de um 
pedacinho de m****", começou por escrever na legenda da imagem uma cozinha. 

"Especialmente em tempos difíceis como este, mesmo que não tenham nada a perder", continuou, sem poupar as críticas.

Ana deixou ainda um recado onde se mostra profundamente magoada, a Gordon Ramsay. "Espero que você durma bem de noite, sabendo que tantas pessoas não têm emprego neste momento difícil por sua causa".


Perante a publicação, foram vários os seguidores que mostraram o apoio e não pouparam as críticas pelo comportamento de Gordon Ramsay. 





Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo