Goucha quer deixar os programas diários e mudar-se para o Alentejo

Apresentador tem contrato até 2022, mas diz que está farto de trabalhar nas manhãs e que só quer fazer um programa semanal.
Manuel Luís Goucha
Manuel Luís Goucha
01 nov 2019 • 19:30
Manuel Luís Goucha, de 64 anos, não tem papas na língua e já assumiu que está ansioso com o fim do ‘Você na TV!’, da TVI, para poder mudar-se para o monte alentejano onde, para já, passa todos os fins de semana com o companheiro, Rui Oliveira.

"É muito claro na minha vida que eu já não quero fazer programas diários. Esta coisa de fazer três horas por dia é bom, muito agradável, mas depois são mais três horas a trabalhar em casa, não quero mais isso", confidenciou em entrevista a Iva Domingues. Mas o apresentador não quer afastar-se totalmente da televisão. "Eu quero depois voltar, quero ir para o Alentejo a tempo inteiro e depois talvez faça um semanal, um programa de histórias, o ‘Masterchef’".

O rosto das manhãs da TVI está ligado à estação de Queluz de Baixo até 2022 e, para já, tem o futuro profissional indefinido. "Eu tenho um contrato de três anos, que é um daqueles contratos blindados de parte a parte, até 31 de dezembro de 2022".

Com a perda de audiências do ‘Você na TV!’ desde a saída de Cristina Ferreira para a SIC, a estação decidiu acabar com o formato já em dezembro. Tal como Goucha, a parceira de programa, Maria Cerqueira Gomes, também não sabe o que lhe espera o início de 2020, estando previsto, para já, o seu regresso ao Porto. A ex-apresentadora do Porto Canal poderá passar a fazer reportagens a partir da Invicta.

Apesar de todas as incertezas, Manuel Luís Goucha sabe que há uma mudança que vai concretizar. Assim que sair da televisão, vai deixar as redes sociais. "Não preciso delas", assegura. "É uma tribuna para a mediocridade, é uma tribuna para as pessoas vomitarem ódios e frustrações, e eu só fico triste, não é por mim, porque eu sei quem sou e por isso dá-me a tranquilidade absoluta sobre qualquer juízo a meu respeito".

Na mesma entrevista, Goucha recordou ainda que trabalhou numa livraria antes de chegar ao pequeno ecrã e revelou o que se via a fazer, caso não fosse apresentador. "Gostaria muito de ser diretor de um museu. Imagino-me como diretor de um museu como o Museu dos Coches, de Arte Antiga. Seria um belíssimo diretor de museu", concluiu.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo