Griffin O'Neal acusa pai de lhe dar cocaína aos 11 anos

O filho mais velho do lendário actor norte-americano deu uma entrevista bombástica a Larry King, na qual fez fortes críticas ao pai, acusando-o de ser
Griffin acusa o pai de ter sido um hipócrita na relação com Fawcett. "Foram lágrimas de crocodilo. O único objectivo dele era constar no testamento", observou Griffin, na foto com a mulher e a filha no funeral da madrasta, onde lhe negada a entrada
importa
Foto: Brainpix
05 ago 2009 • 13:21

Griffin O'Neal, o filho mais velho do actor Ryan O'Neal, acusa o pai de lhe ter destruído a vida ao começar a dar-lhe cocaína aos 11 anos de idade e o ter incentivado, pelo seu estilo de vida boémio, a consumir e tornar-se dependente de drogas.

'Passei anos a chorar, a ficar acordado durante a noite e a pensar no que tinha feito à minha vida', afirmou Griffin O’Neal, hoje com 45 anos, em entrevista ao famoso talk show de Larry King. 'Tinha 11 anos quando ele me deu cocaína antes de irmos ao cinema ver um filme chamado 'Barry Lyndon' (um clássico de Stanley Kubrick de 1975 que contava precisamente com Ryan como protagonista principal)', recordou Griffin. 'Ele disse-me que o filme era muito logo e que talvez isto, a cocaína, me ajudasse', prosseguiu o filho do lendário actor americano de 68 anos.

Griffin O'Neal impedido de se despedir de Fawcett

Griffin, que é fruto do primeiro casamento de Ryan com Joanna Moore (que morreu em 1997 também vítima de um cancro), não se relaciona com o pai há muitos anos, mas quis estar presente no funeral da madrasta, a malograda Farrah Fawcett, no mês passado, tendo sido barrado pelos seguranças. E em relação à actriz, também tece fortes críticas contra o pai, que acusa de a ter traído várias vezes.

'Foram lágrimas de crocodilo. O único objectivo dele era constar no testamento de Farrah', observou Griffin.

'O meu pai permitia que se consumisse drogas em casa'

O filho mais velho de Ryan O'Neal disse também que o pai é o responsável pelos problemas relacionados com drogas da irmã, Tatum, e do seu meio-irmão Redmond (que continua preso e acabaria por ser o único contemplado no testamento de Fawcett).

'O meu pai permitia que se consumisse drogas em casa e até fazia festas com Redmond. Aliás, os dois até foram presos. E eu já o avisei: Estás a matar o teu próprio filho. Não fazes a mínima ideia do que andas a fazer!', atacou Griffin, que teve uma violenta discussão com o pai, apóa o incidente da detenção na casa de Malibu, em 2007.

Griffin O'Neal está casado desde 1989 com Rima Belinda Uranga com a qual tem uma filha. Abandonou a carreira de actor no início da década de 90.

Newsletter
topo