Harry e Meghan Markle: passam natal longe da rainha

Os duques de Sussex fazem pausa de mais de um mês nos compromissos oficiais e têm viagem marcada para os Estados Unidos.
Meghan e Harry
Kate Middleton
Rainha Isabel II
Meghan e Harry
Kate Middleton
Rainha Isabel II
18 nov 2019 • 12:31
Rute Lourenço
O príncipe Harry e Meghan Markle preparam-se para viajar até aos Estados Unidos e fazer uma pausa de mais de um mês nos compromissos oficiais. Segundo a imprensa britânica noticiou, o casal está cansado das polémicas e pressões de que tem sido alvo nos últimos meses e quer, com esta viagem, descansar com o filho, Archie, longe dos olhares indiscretos.

"Eles não têm tido paz. E querem ter uma vida normal, o que em Inglaterra tem sido muito complicado", diz uma fonte, acrescentando que Meghan e Harry têm pensada uma decisão que está a preocupar a rainha Isabel II.

Segundo vários jornais ingleses, o casal quer passar o Natal nos Estados Unidos com a mãe da atriz, o que está a gerar polémica.

Rainha furiosa
Quem não terá ficado satisfeita com esta decisão foi a rainha de Inglaterra, que está cansada das polémicas em torno do mediático casal. "O Natal é sinónimo de união e o facto de Harry e Meghan estarem a pensar passar esta data fora é quase uma afronta à rainha", começa por contar uma fonte, adiantando que a rainha Isabel II tem ficado igualmente preocupada com a guerra entre os irmãos.

William e Harry estão distantes há vários meses. As divergências começaram com a má relação entre as mulheres, Meghan Markle e Kate Middleton. Um conflito que já foi assumido pelo duque de Sussex, que revelou em entrevista que ele e o irmão têm estado afastados. "Esta zanga está a criar um grande mal-estar", diz a fonte.

Rainha é fã assumida de Kate
A rainha de Inglaterra mostra-se uma fã incondicional do estilo de Kate Middleton e, por seu turno, distante de Meghan Markle. "Ela é muito próxima da Kate, porque têm maneiras muito idênticas de encarar a vida. Já a Meghan é o oposto daquilo que Isabel II gosta", diz fonte à revista ‘Vanity Fair’.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo