Harry e Meghan chamam a polícia após drones sobrevoarem a casa em Los Angeles

Duques de Sussex não descartam a hipótese de "ameaça terrorista". Casal teme pela segurança da família.
Harry e Meghan Markle
Mansão Los Angeles, Meghan e Harry
Mansão Los Angeles, Meghan e Harry
Harry e Meghan Markle
Mansão Los Angeles, Meghan e Harry
Mansão Los Angeles, Meghan e Harry
28 mai 2020 • 16:36
A polícia de Los Angeles foi chamada à nova casa de Harry e Meghan Markle depois de o casal se ter deparado com drones a sobrevoarem a sua propriedade.

De acordo com a imprensa internacional, Harry e Meghan deram conta da presença dos drones cerca de c
inco vezes, e estes terão voado a menos de seis metros acima da propriedade para tirar fotografias ao casal e ao filho, Archie, de um ano. Segundo a mesma publicação, os drones serão operados por fotógrafos paparazzi, porém o casal não descarta de hipótese de "ameaças terroristas". 

"Eles veem esses drones a chegar e acham que estão a ser operados por fotógrafos, mas não podem simplesmente assumir isso. A Meghan recebeu ameaças de morte racistas na altura em que se casou, por isso a ameaça terrorista é muito real para eles", revelou uma fonte. 

Apesar da mudança de Londres para Los Angeles, os duques continuam a sofrer com a falta de privacidade. As medidas de segurança implementadas parecem não ser suficientes para demover os mais curiosos. 

"Mas, além disso, imaginem se estivessem no lugar deles, como é que seria? Ter drones a zumbir a seis metros da sua cabeça quando estás a tentar brincar com o teu filho. É como se se esquecessem que eles são pessoas reais. Eles não estão a pedir nenhum tratamento especial, eles estão apenas a pedir que a segurança que todos esperamos ter nas nossas próprias casas seja respeitada", disse a mesma fonte. 

Recorde-se que o casal optou por uma mansão de luxo em Los Angeles, localizada num dos locais mais privilegiados e discretos da cidade para evitar a exposição pública. 

 

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo