Harry e Meghan Markle acusam família real de “perpetuar mentiras”

Ex-atriz mostra-se implacável com a família do marido num novo excerto da entrevista a Oprah.
Príncipe Harry e Meghan Markle
Príncipe Harry e Meghan Markle
05 mar 2021 • 01:30
Vânia Nunes
A polémica entrevista de Harry e Meghan Markle a Oprah Winfrey só vai para o ar no próximo domingo, no entanto, os excertos que têm sido divulgados ao longo desta semana estão a cair como uma bomba na Casa Real Inglesa. Nas últimas imagens que foram mostradas, a antiga atriz mostra-se sem papas na língua e é completamente arrasadora para a família do companheiro.

"Não sei como é que eles poderiam esperar, depois de todo este tempo, que estivéssemos simplesmente calados, enquanto a Firma está a ter um papel ativo em perpetuar mentiras sobre nós", disse, quando foi questionada pela apresentadora sobre a forma como se sentia com "o Palácio a ouvir a sua verdade".

Meghan ainda foi mais longe: "E se isto vem com o risco de perdermos coisas… há muitas coisas que já foram perdidas...".

Este excerto foi divulgado momentos depois de o Palácio ter emitido um comunicado onde dava conta de que iria iniciar uma investigação à conduta de Meghan Markle, agora acusada de ter feito bullying aos funcionários de Buckingham. "Estamos muito preocupados com as alegações apresentadas no ‘The Times’, feitas com com base em acusações de antigos membros da equipa que servia os duques de Sussex", pode ler-se do documento, que termina com a promessa de ser implacável com maus comportamentos.
"A Casa Real tem uma política de dignidade no trabalho em vigor há vários anos e não tolera e não tolerará intimidação ou assédio no local de trabalho". O porta-voz da duquesa de Sussex afirmou que esta se encontra "triste por este último ataque ao seu caráter".

Comparações com Diana
Durante a entrevista a Oprah, Harry também recordou a mãe, a princesa Diana, referiu que temeu que a mulher, Meghan Markle, tivesse uma história semelhante, caso não tivesse decidido abandonar a realeza e Inglaterra, há precisamente um ano.

Duque operado ao coração
À margem de todas as polémicas com Meghan e Harry nos EUA, a família real inglesa sofre com o estado de saúde do duque de Edimburgo, de 99 anos. O marido da rainha Isabel II foi esta quarta-feira submetido a uma intervenção cirúrgica ao coração, no hospital Saint Bartolomew, em Londres, para onde tinha sido transferido no passado dia 1. A informação foi confirmada pelo Palácio, através de comunicado. "O duque de Edimburgo foi submetido a um procedimento bem-sucedido ontem [quarta-feira] para tratar uma doença cardíaca pré-existente no Hospital St. Bartholomew. Sua Alteza Real continuará internado para tratamento, descanso e recuperação por vários dias", pode ler-se. O príncipe Filipe, recorde-se, foi internado de urgência no dia 16 de fevereiro no hospital King Eduard VII, como medida de prevenção, após ter-se sentido mal.

Entretanto, Harry e Meghan estão a ser acusados de estarem "insensíveis" ao estado de saúde do duque de Edimburgo, ao mostrarem-se na ribalta a promover a entrevista que deram a Oprah Winfrey.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo