Imagens mostram cenas de violência entre Bárbara e Carrilho

Câmaras filmam o político a gritar com a apresentadora de TV enquanto tem a filha ao colo.
Bárbara Guimarães, SIC, Lisboa, Hospital de Santa Maria, Carlota, Manuel Maria Carrilho, Dinis
Manuel Maria Carrilho, Manuel Maria Carrilho, Ministério Público, Dinis, Bárbara Guimarães, Campus de Justiça, Lisboa, Kiki Neves, advogado de Carrilho, Paulo Sá e Cunha, crime, lei e justiça, julgamentos, tribunal, questões sociais
Bárbara Guimarães, SIC, Lisboa, Hospital de Santa Maria, Carlota, Manuel Maria Carrilho, Dinis
Manuel Maria Carrilho, Manuel Maria Carrilho, Ministério Público, Dinis, Bárbara Guimarães, Campus de Justiça, Lisboa, Kiki Neves, advogado de Carrilho, Paulo Sá e Cunha, crime, lei e justiça, julgamentos, tribunal, questões sociais
18 jan 2019 • 01:30
Rute Lourenço
Mais de quatro anos depois, as polémicas entre Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho continuam a dar que falar. Esta quinta-feira, a TVI revelou imagens que datam de 2014, meses depois da separação do casal, e que mostram um clima de violência na entrega dos filhos por parte do ex-ministro da Cultura à apresentadora da SIC.

Carrilho recusa-se a entregar os menores a outra pessoa que não à ex-mulher e é então que começa a discussão, com Bárbara a surgir à porta do apartamento onde vive. "Dá-me [a Carlota]. Olha o que estás a fazer aos meninos", diz a estrela da SIC, enquanto Carrilho se recusa a entregá-la. No meio da discussão dos pais, Carlota, na altura com três anos, começa a chorar. "Quero ir para o chão", pede, enquanto o pai responde: "Vais para o chão quando a mãe te vier buscar". Bárbara mostra, então, o seu desespero: "Coitadinha, anda cá querida".

Esta foi apenas uma das muitas discussões violentas protagonizadas por Carrilho naquele ano, ao entregar os filhos a Bárbara.

Quase cinco anos depois, as polémicas continuam. A 28 de novembro, Carrilho é acusado de ter agredido o filho, Dinis, agora com 14 anos, e o caso foi participado à PSP.

No entanto, esta quinta-feira, o menor entrou em direto na TVI 24 para dar o seu parecer. "Eu não sou vítima nenhuma. Fiz queixa contra a minha mãe inúmeras vezes e o tribunal não fez nada. A mãe batia-me... As acusações que estão a fazer ao meu pai não fazem sentido", disse.

O CM contactou Carrilho, que reagiu: "As imagens são manipuladas e facciosas".

Câmaras revelam tensão
Imagens de videovigilância revelam tensão no momento da entrega da filha, Carlota, a Bárbara Guimarães, meses depois de o casal se ter separado.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo