Inês Herédia revela que foi vítima de preconceito pela melhor amiga por ser homossexual

Atriz revelou que a amiga a tentou afastar de um trabalho com uma marca por estar casada com Gabriela Sobral
28 mai 2021 • 17:27
Inês Herédia foi convidada de Pedro Ribeiro e Rita Rugeroni no programa 'É Preciso ter Lata', no Youtube, onde esteve a responder a perguntas dos seguidores. Um das perguntas que recebeu foi se já tinha sofrido de preconceito no trabalho. A atriz confessou que já tinha passado por duas situações, sendo que denunciou que a sua melhor amiga a afastou de uma marca por ser homossexual.

"Que marcas é que já te fecharam as portas simplesmente por te teres apaixonado por uma mulher?", foi a questão feita por um internauta que levou Inês Herédia a desabafar.

"Nunca foi frontal, mas graças a Deus a nossa indústria é um penico assim pequenino e vem sempre ter contigo. Não vou dizer as marcas por uma razão, porque acredito que não tenha sido a marca, mas sim a pessoa que estava à frente do marketing tanto numa como noutra, aliás tenho a certeza disso", começou por afirmar.

"Na primeira situação foi uma marca de bebés, logo ao início antes de ter os miúdos. Pensei em denunciar essa pessoa, que era uma das minhas melhores amigas (…) e consegui resolver sozinha dentro de mim. Era uma das melhores amigas e tentou travar a entrada na marca porque eu era homossexual e as minhas crianças não tinham pai…. ela não sabe que eu sei, mas agora quando vir isto, vai saber que eu sei"
, lamentou.

A atriz voltou a ser discriminada por estar casada com uma mulher, mas preferiu não revelar, para já, esse episódio tendo prometido que iria expor no futuro. 

Inês Herédia é casada com Gabriela Sobral e têm dois filhos, Tomás e Luís, de dois anos. 

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo