Investigação a conta milionária secreta de Juan Carlos prejudica realeza

Súbditos voltam a desconfiar da credibilidade da imagem pública da família real espanhola.
Juan Carlos escondia milhões em conta secreta
Juan Carlos escondia milhões em conta secreta
Foto: Reuters
08 nov 2020 • 01:30
André Filipe Oliveira
Juan Carlos continua na mira do Ministério Público espanhol, que descobriu, agora, uma terceira conta secreta do rei emérito na ilha de Jersey, no Canal da Mancha. A investigação ainda está em fase "embrionária", segundo a imprensa do país vizinho. No entanto, o clima é já de mal-estar entre a realeza.

Exilado há cerca de três meses nos Emirados Árabes Unidos, o pai de Felipe VI continua a prejudicar a imagem da família real junto dos súbditos, que estão cada vez mais descrentes.

A polémica fiscal com Juan Carlos foi despoletada após as autoridades espanholas passarem a pente fino as contas que o monarca possuía na Suíça. Está acusado de corrupção e branqueamento de capitais. Além dos alegados crimes, a credibilidade do rei junto dos espanhóis deteriorou-se com a ex-amante Corina Larsen a revelar uma oferta de 65 milhões por parte de Juan Carlos.

A última esperança
A princesa Leonor e a infanta Sofia são um dos pilares da monarquia espanhola e, segundo, alguns especialistas da realeza as potenciais salvadoras da imagem da família junto dos súbditos. Por enquanto, não passam de adoradas. Felipe VI tem atualmente uma das missões mais difíceis em mãos: salvaguardar o bem-estar da família e ajudar Pedro Sánchez, o presidente de Espanha, a controlar a pandemia de Covid-19, que continua sem dar tréguas.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo