Irmã de Licínio França ataca Noémia Costa e a filha: "Têm de levar castigo"

A atriz esteve casada com Licínio durante 22 anos e a irmã do ator acusa-a de o abandonar.
Noémia Costa
Licínio França
Licínio França
A filha de Noémia Costa e Licínio França, Joana
A filha de Noémia Costa e Licínio França, Joana
Noémia Costa
Licínio França
Licínio França
A filha de Noémia Costa e Licínio França, Joana
A filha de Noémia Costa e Licínio França, Joana
31 jan 2020 • 19:43
Elisabete França, irmã do ator Licínio França, ex-marido de Noémia Costa, acusa a atriz de ser a responsável pelo estado em que este se encontra.

Após 22 anos casado com Noémia, os dois separaram-se em 2007, e, atualmente, Licínio França, de 66 anos, está num lar em Odivelas a receber vários cuidados, devido a vários problemas de saúde. 

Após ser diagnosticado com Alzheimer, o ator encontra-se muito debilitado a nível não só psicológico como físico, e muito dependente de ajuda.

Noémia Costa e a filha, Joana França, estão a ser acusadas pela irmã do ator, Elisabete, de o terem abandonado e serem as responsáveis pela situação que atravessa. "O que poderá ter acontecido ao Licínio é haver alguma mágoa. Ao sentir abandono por parte da mulher ou da filha, aquilo dói mais porque vai sempre reportar ao abandono em criança", começou por dizer Elisabete, à revista 'TV7Dias'. 

"Isto acelerou, se calhar, uma coisa que poderia ter-se manifestado numa idade mais avançada. A doença dele agravou-se com o desgosto da filha", afirma, referindo-se ao facto de Joana França não ter convidado o pai para o casamento, que aconteceu na altura da separação dos pais.

Elisabete França descreve o estado do irmão com muita preocupação. "Neste momento, ele está inválido, não fala, não anda, não faz nada. Há muito tempo que ele não fala. Uns dias abre a boca, outros dias não abre. Cerra os dentes completamente".

Elisabete França mostra-se ainda indignada pela recente conversa entre Noémia Costa, ex-mulher do irmão, e Daniel Oliveira, no programa 'Alta Definição', na SIC. A atriz revelou ter sido alvo de violência doméstica por parte de Licínio.

"Verbalmente? Acredito. Levantar a mão? Não estava lá para ver", começa por dizer Elisabete. "O meu irmão está inválido, não tem como dizer se é verdade ou não. Foi isso que me revoltou. Porque é que ela não pára? Não sou de desejar mal, mas o que elas fizeram eu não perdoo e elas têm de levar um castigo", defende ainda a irmã de Licínio França, que não esconde a revolta por as culpar do estado do ator, que caiu em esquecimento e 'afundou-se' na mágoa.

No entanto, Noémia Costa garantiu no 'Alta Definição' que continua a "gostar muito" de Licínio, e a ter "o maior respeito por ele".

Recorde-se que, além de revelar o drama da alegada violência doméstica, Noémia Costa já tinha falado sobre dramas que viveu quando ficou sem emprego e teve de emigrar.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo