Irmã de Rei de Espanha em tribunal

Infanta Cristina e o marido começam a ser julgados no âmbito do Caso Nóos.
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
Cristina Iñaki Urdangarín
11 jan 2016 • 10:51

A manhã deste dia 11 de janeiro vai fazer parte da história da família real espanhola. A irmã do rei Felipe entrou no Tribunal de Palma de Maiorca para o início oficial do julgamento do Caso Nóos, em que a Cristina e o marido, Iñaki Urdangarín, são acusados  de vários crimes e podem mesmo ter de cumprir pena de prisão.

Cristina está acusada de dois crimes fiscais e o marido acusado de crimes de fraude fiscal, tráfico de influências, branqueamento de capitais, prevaricação e falsificação de documentos. O Ministério Público pede uma pena de prisão de 19 anos.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo