Irreverência no arranque da Modalisboa

Desconstrução das silhuetas tradicionais de homens e mulheres foi uma constante em praticamente todas as coleções.
ModaLisboa já arrancou
ModaLisboa já arrancou
ModaLisboa já arrancou
ModaLisboa já arrancou
ModaLisboa já arrancou
ModaLisboa já arrancou
09 out 2021 • 01:30
Carolina Cunha
A ModaLisboa está de volta à capital para a sua 57ª edição. Num regresso aos eventos físicos, até amanhã vão desfilar alguns dos mais prestigiados designers nacionais. O certame arrancou na quinta-feira, na Estufa Fria, em Lisboa, com o concurso Sangue Novo, dedicado aos jovens designers que apresentaram as propostas para a próxima primavera/verão. Filipe Cerejo, Ivan Hunga Garcia, Maria Clara, Maria Curado e Veehana foram os finalistas do Sangue Novo e passaram à próxima etapa do concurso.

A desconstrução das silhuetas tradicionais de homens e mulheres foi uma constante em praticamente todas as coleções destes jovens talentos, que agarraram a oportunidade de mostrar toda a sua irreverência nas suas propostas.

Hoje, o evento dedicado à moda nacional continua com os desfiles dos criadores Ricardo Preto, Carlos Gil e Luís Carvalho, que vão mostrar as suas coleções no Capitólio.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo