Iva Domingues emociona-se ao recordar a perda do pai: "Morreu à entrada do hospital"

Apresentadora recorda o momento dramático em que o pai morreu, quando tinha apenas 42 anos.
Iva Domingues
Iva Domingues
Iva Domingues
Iva Domingues
Iva Domingues
Iva Domingues
10 mai 2020 • 17:45

Em entrevista a Fátima Lopes, Iva Domingues recordou um dos momentos mais dramáticos da sua vida, quando, aos 13 anos, perdeu o pai, de forma inesperada.

"Ainda era uma criança quando o meu pai morreu. Não é que eu fosse mimada, o meu pai dava o amor, o pão e a educação, mas era muito ligada a ele, éramos muito parecidos. Eu era muito mais ligadona no meu pai do que na minha mãe, era diferente, sentia reciprocidade. Ele estava mais preparado para me acompanhar", começa por contar, recordando o dia de agosto em que o pai perdeu a vida, com apenas 42 anos.

"Foi um choque muito brutal na minha vida. Ele tinha 42 anos, eu tenho 43 agora. O que infelizmente aconteceu ao nosso querido Pipo, o ator Filipe Duarte, foi a mesma coisa [ataque cardíaco]. Era um domingo de manhã de agosto, estava um dia lindo [...] Quando cheguei ao quarto dos meus pais, a minha mãe estava muito aflita a chamar uma ambulância, o meu pai estava a sentir-se muito mal e morreu à entrada do hospital, não deu tempo. Teve um enfarte do miocárdio fulminante, não deu para me despedir", conta.

A apresentadora recorda os momentos dramáticos e disse que sentiu a morte do pai, apesar de não estar a seu lado.

"Eu fiquei à espera em casa, enquanto a minha mãe foi para o hospital, mas no momento em que ele morreu eu senti. Estava calma e de repente senti um baque como se me faltasse o ar. Passados 20 minutos tocou o telefone e alguém, com muito pouco tacto, sem sequer perguntar quem estava do outro lado da linha, perguntaram se era da casa da minha mãe, que o marido tinha falecido. E eu desliguei o telefone e a partir daí não me lembro muito bem".
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo