Jeffrey Epstein assediou modelos da Victoria's Secret

Magnata, que morreu em 2019, tinha sido condenado por tráfico sexual e era amigo do dono da marca.
Alicia Arden
 jeffrey
Alicia Arden
 jeffrey
16 jul 2022 • 02:19
Carolina Marques Dias
O documentário ‘Victoria’s Secret: Anjos e Demónios’, que estreou esta semana na plataforma de streaming Paramount+, nos Estados Unidos, está a dar que falar pelos piores motivos.

O projeto denuncia a existência de bullying e assédio nos bastidores da marca de lingerie, mas a maior revelação é que Les Wexner, fundador da empresa, manteve uma amizade de 20 anos com Jeffrey Epstein, que foi condenado, em 2019 (mesmo ano em que se suicidou na prisão), por tráfico sexual. O magnata aproveitava a ligação para assediar jovens modelos.

Epstein afirmava ser ‘recrutador’ de modelos para a Victoria’s Secret e marcava encontros com as modelos em hotéis. Alicia Arden terá sido uma das vítimas do magnata. Conta agora que, durante a reunião de ‘negócios’, Epstein lhe disse para ficar sem roupa e lhe deu 99 € enquanto tocava no seu rabo. Ex-executivos da marca afirmam, neste documentário, que Les Wexner tinha conhecimento do abuso de poder do amigo. Contudo, o bilionário dono da Victoria’s Secret nega ter conhecimento de qualquer atividade criminosa.
Mais sobre
Newsletter
topo