Jessica Athayde confessa que tomou antidepressivos durante a gravidez

A atriz da TVI revelou que esteve "no limite" psicológico durante a tempo de gestação e que teve de recorrer à toma de medicação para gerir todo o processo.
Jessica Athayde, Diogo Amaral
Jessica Athayde, Diogo Amaral
Jessica Athayde, Diogo Amaral
Jessica Athayde, Diogo Amaral
Jessica Athayde, Diogo Amaral
Jessica Athayde, Diogo Amaral
27 jun 2019 • 17:26
Duas semanas após ter sido mãe do pequeno Olivier, Jessica Athayde concedeu uma entrevista exclusiva a Fernanda Serrano para o programa 'A Tarde é Sua'. 

Numa conversa bastante intimista sobre a experiência da maternidade, a atriz voltou a fazer revelações surpreendentes sobre a suas vivências com o bebé e confessou que recorreu a antidepressivos durante a gravidez. 

"Eu não gostei de estar grávida e estava mesmo no limite, muito díficil, e fora de mim durante a gravidez. Fiz uma coisa que muitas mulheres fazem neste país e em todo o lado do mundo: tive de tomar antidepressivos", confessou a artista.

Jessica aproveitou ainda a oportunidade para justificar a decisão de não amamentar o filho: "Tomei a decisão de não dar de mamar porque se eu desse eu podia passar o antidepressivo ao meu filho. Há mulheres que o fazem, a criança pode ter uma ressaca depois tenho que andar a desfazer antidepressivos dentro da papa do bebé".

Um processo díficil de gerir em que a atriz confessou ter sido o necessário para lidar com as contantes mudanças fisicas e psicologógicas ao longo dos nove meses de gravidez.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo