Joana do 'Big Brother' diz que Rui Pedro a ameaçou de morte: "Várias pessoas viram e a GNR foi chamada ao local"

Na sequência das agressões verbais, a ex-concorrente chamou a polícia e recusou-se a marcar presença na gala deste domingo.
Joana Albuquerque
Joana Albuquerque
14 dez 2020 • 15:46
A noite deste domingo, dia 13 de dezembro, começou da pior forma nos estúdios da Venda do Pinheiro. Ao que parece, o clima de tensão entre Joana e Rui Pedro permanece fora da casa mais vigiada do país, e os ânimos aqueceram no último encontro.
 
No início da gala do 'Big Brother – A Revolução', a polícia foi chamada a intervir quando, alegadamente, a ex-concorrente de Cascais sofreu ameaças de morte por parte de Rui Pedro. 
 
"Segundo a Joana, ele disse-lhe que lhe partia os dentes e ameaçou-a de morte", revelou uma fonte da TVI à revista Maria, acrescentando que a GNR "esteve no local a identificá-los".
 
Após o episódio, a jovem recusou-se a comparecer na gala. 
 
"Não vou poder comparecer na gala de hoje, muito obrigada a todos que estavam à minha espera, não vai ser possível", escreveu a ex-concorrente ainda no estúdio.

O empresário não se deixou ficar, e aprontou-se em esclarecer tudo nas redes sociais. 
 
"Saí agora da gala e estou totalmente incrédulo com a mentira compulsiva da colega Joana, realmente para pessoas sem escrúpulos vale tudo para ganharem protagonismo barato", começou por escrever.
 
E continuou: "Ameaçar alguém é crime público e se algumas vez tivesse essa atitude que veemente condeno, teria de ser imediatamente detido. Por favor não acreditem em notícias deploráveis e sem fundamento."
 
Depois de ter sido acusada de querer "ganhar protagonismo barato", a jovem de Cascais partilhou uma mensagem, onde garante ter dito a verdade. 
 
"Todos os acontecimentos relatados sobre a noite de ontem correspondem à verdade. Várias pessoas viram e a GNR foi chamada ao local", confirmou a jovem no Twitter.

Recorde-se que Rui Pedro ficou marcado pela sua prestação polémica ao longo do reality show da TVI devido a vários episódios violentos contra outros concorrentes, sobretudo Joana. Numa entrevista, posterior à sua expulsão, a ex-concorrente de Cascais assumiu ter tido medo dos comportamentos do colega.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo