Johnny Depp volta a responder em tribunal por agressões

Ator vai enfrentar Gregg Brooks, que o acusa de lhe ter dado um soco no peito durante as gravações de ‘City of Lies’.
Johnny Depp vai estar sentado no banco dos réus
Johnny Depp é um dos protagonistas do filme ‘City of Lies’, em que interpreta um detetive
Johnny Depp vai estar sentado no banco dos réus
Johnny Depp é um dos protagonistas do filme ‘City of Lies’, em que interpreta um detetive
15 jun 2022 • 00:00
Carolina Marques Dias
Após ter ganho o processo de difamação contra a ex-mulher, Amber Heard, Johnny Depp vê-se a braços de novo com a Justiça. O ator vai regressar a tribunal depois de ser acusado de ter agredido um colega nas gravações do filme ‘City of Lies’, em 2017. Gregg Brooks, que fazia parte da equipa técnica, colocou um processo contra Depp e os dois vão enfrentar-se no Tribunal de Los Angeles (EUA) a 25 de julho.

A alegada vítima afirma que levou um soco de Johnny Depp no peito depois de o ter informado sobre a interrupção temporária das filmagens, por terem ultrapassado o horário legal permitido pela cidade. Pat Harris, advogado do queixoso, contou ao jornal ‘The Sun’ que Depp, depois de ter agredido Brooks, "continuou a gritar e a insultá-lo, perante toda a equipa, até que foi retirado do local pelos seus guarda-costas". A alegada vítima garante que o ator "fedia a álcool". Por sua vez, Depp garante que agrediu o colega em autodefesa e que Books é que terá "provocado" o comportamento que deu origem à agressão.

O queixoso garantiu ainda que foi despedido da produção por ter rejeitado assinar uma declaração na qual garantia que não ia processar a equipa. Na altura da acusação, em 2018, outros membros da equipa técnica vieram a público desmentir Brooks. "Tiveram ali um momento mas não houve socos. Estiveram apenas cara a cara durante um segundo. Gravámos durante mais uma hora e depois fomos embora", contou Emma Danoff, supervisora de argumento.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo