Boavida "sob observação permanente"

O ator de 51 anos continua nos cuidados intensivos, depois de ter caído inanimado na rua.
José Boavida e Heitor Lourenço
josé boavida, heitor lourenço
Foto: Liliana Pereira
10 jan 2016 • 13:00
José Boavida, que na quinta-feira caiu inanimado na rua e foi transportado pelos bombeiros para o Hospital Amadora Sintra, onde foi colocado em coma induzido, encontra-se nos cuidados intensivos. O ator, de 51 anos, "está sob observação permanente" e vai ser sujeito a novos exames, "inclusivamente uma TAC", já que os primeiros testes "não foram conclusivos", revelou ao 'Correio da Manhã' uma fonte hospitalar.

"Ainda tenho esperança de que não seja um AVC", disse ao CM o colega e amigo Heitor Lourenço, que contracena com José Boavida na série ‘Bem-Vindos a Beirais’, em exibição na RTP 1, mas cujas gravações terminaram em junho.

"O que é mais estranho é que, apesar do mundo stressante que é o da televisão, nunca vi o Zé alterado", acrescenta o ator. "É uma pessoa supercalma e tranquila", acrescenta o colega.

José Boavida, que regressava sozinho de um jantar com amigos quando se sentiu mal e perdeu os sentidos, celebrou no ano passado 30 anos de carreira, tendo começado pelo teatro amador. Trabalhou muitos anos na Barraca, de Maria do Céu Guerra e Hélder Costa, esteve ligado ao grupo AltaCena, na Associação Cultural Guilherme Cossoul, quer como ator quer como encenador, colaborou com o Teatro Infantil de Lisboa.

Agora preparava-se para começar a dar aulas de teatro. "O mais estúpido é que ele está numa fase muito ativa da vida profissional", comenta Heitor Lourenço. No hospital, José Boavida está acompanhado pela filha, Mariana, de 24 anos.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo