José Castelo Branco revoltado com o caso Valentina: "Prisioneiros façam o que tem de ser feito"

O socialite está chocado com o homicídio da menina de nove anos.
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
Valentina
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
José Castelo Branco
Valentina
12 mai 2020 • 12:26
José Castelo Branco reagiu ao crime que está a revoltar milhares de pessoas e a deixar o país em choque.

A morte violenta de mais uma criança, a pequena Valentina, de nove anos, que foi assassinada violentamente, alegadamente pelo pai e pela madrasta. Valentina foi encontrada num pinhal a poucos quilómetros da casa do progenitor, que denunciou o desaparecimento da filha após o crime.

O marido de Betty Grafstein deixou um apelo aos presos que se cruzem com o acusado do crime. "Prisioneiros façam o que tem de ser feito", atirou, ao partilhar uma imagem onde mostra o rosto do progenitor da menina.

O socialite defendeu ainda que, nestes casos, considera que "25 anos" de pena é pouco, não escondendo a indignação.

No entanto, depois de não resistir a partilhar a revolta e o pedido aos presidiários que se cruzarem com o homem na prisão, o marchand parece ter-se arrependido e eliminou a publicação polémica das redes sociais.

Recentemente, José Castelo Branco também causou polémica ao revelar-se irritado com um concorrente homofóbico da nova edição do programa 'Big Brother'. Além disso, também veio publicamente defender Ricardo Quaresma, face à polémica do jogador com o líder do Chega, André Ventura. 

A carregar o vídeo ...
José Castelo Branco vai ao médico com Betty durante o surto de coronavírus

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo