Judite Sousa: amigos temem recaída da jornalista

Cinco anos depois da morte do filho, a pivô da TVI perde o pai, Joaquim Sousa, que morreu depois de um ano a lutar contra o cancro.
Judite Sousa
Judite Sousa
Foto: Ricardo Ruela
01 jun 2019 • 16:37
Patrícia Correia Branco
A vida de Judite Sousa voltou a sofrer novo revés. O pai da jornalista, Joaquim Sousa, morreu na quinta-feira, 23, depois de lutar durante cerca de um ano contra um cancro.

Apesar de os dois nunca terem tido uma relação próxima, a jornalista está devastada com a perda, que lhe traz à memória a pior fase da sua vida: a morte do filho, André Bessa, em 2014, com apenas 29 anos, vítima de um acidente numa piscina.

"Ela ficou muito em baixo. Dias antes, já tinha recebido a informação dos médicos de que o pai estava muito mal e que poderia morrer a qualquer momento. Esteve sempre a trabalhar, mas notava-se que andava ansiosa. Assim que recebeu a notícia, foi-se embora. O pai foi cremado no dia a seguir, mas ela ainda ficou uns dias em casa", conta à ‘Vidas’ fonte da TVI.

Judite Sousa só foi reconhecida pelo pai aos 11 anos e teve de recorrer a terapia psicológica para ultrapassar este trauma. "Ela não falava muito sobre esse assunto. Aqui no trabalho, a maior parte das pessoas só soube quando ela falou disso numa entrevista, mas ela chegou a confidenciar a alguns colegas que a sua adolescência ficou marcada por essa carência paternal e que daí resultaram vários problemas emocionais que tinha. Ela e o pai só se aproximaram mais quando o André morreu", revela a mesma fonte.

A jornalista esteve em casa toda a semana a seguir à morte do pai e os amigos mais próximos receiam que a memória do filho a deite novamente abaixo.

"A Judite nunca recuperou dessa tragédia. Apoiou-se muito no trabalho, mas a tristeza está sempre presente, chega até a andar medicada para aguentar o dia a dia. E esta nova ‘pancada do destino’, apesar de não ser comparável, pode trazer à memória toda aquela dor e levá-la outra vez a uma depressão. Os amigos estão muito preocupados e os colegas da TVI também", conta uma outra fonte próxima da diretora-adjunta de Informação da TVI.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo