Katia Aveiro revoltada com pedidos de ajuda: "Não sou um banco nem casa de caridade"

Empresária revelou desgaste com constante pedidos dos fãs dirigidos ao irmão.
Katia Aveiro e Ronaldo
Katia Aveiro
Katia Aveiro
Katia Aveiro
Katia Aveiro e Ronaldo
Katia Aveiro
Katia Aveiro
Katia Aveiro
17 jun 2020 • 16:49
Katia Aveiro, de 42 anos, revoltou-se contra os constantes pedidos de ajuda financeira e mensagens dirigidas ao irmão Cristiano Ronaldo. Indignada, escreveu uma longa mensagem a todas aqueles que tentam usá-la para chegar ao internacional português.

"É inadmissível que, todos os dias, enviem pedidos sobre pagar dívidas dos outros e assuntos não relacionados com a minha pessoa. Falta de respeito e falta de noção total. Limite e respeito não existem, infelizmente, nos dias de hoje. Vou ser clara, não sou Banco, eu luto pelo meu trabalho, a minha página e os contactos que aqui estão são de trabalho", começou por referir.

A carregar o vídeo ...
Katia Aveiro insultada na internet



A empresária bateu o pé e deixou bem explícito que não vai continuar a compactuar a situação, que se arrasta há já vários anos.

"Não sou casa de caridade, nem sou a salvadora da Pátria. Não sou a secretária do Ronaldo. Querem falar com ele, ou com quem for, enviem mensagem para a página dele. Já chega de falta de respeito, pelo meu trabalho. Não sou rica! Trabalho e vou continuar a trabalhar. Façam o mesmo e respeitem o meu trabalho e quem trabalha comigo. Atingi o meu limite. Vou começar a denunciar e a expor todos os pedintes sem noção."

Os motivos da revolta da filha de Dolores Aveiro deveu-se aos avisos da sua equipa, que ficaram surpreendidos com o insólito.

"Quando os colaboradores me mostram as mensagens que alguns mandam, sinto-me envergonhada", lamentou.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo