Kaya Jones revela ter sido pressionada para fazer aborto

Antigo membro da banda Pussycat Dolls tinha 19 anos
Kaya Jones
Kaya Jones
12 abr 2023 • 16:29
Kaya Jones, antigo membro da banda Pussycat Dolls, esteve no programa 'Tucker Carlson Today' e revelou que lhe disseram "para se livrar" de uma gravidez quando integrava o grupo musical. 

"A maioria das mulheres não têm filhos. Quero dizer, há pressões e forçam-se abortos. E, nós sabemos, és despedida se engravidares", respondeu. 

Kaya Jones revelou que já tinha feito um aborto aos 16 anos, mas foi aos 19 que a situação aconteceu. 

"Foi uma má escolha. Estava numa posição em que não queria perder o meu trabalho, disseram-me [para fazer um aborto]... e eu livrei-me [da gravidez] nos tempos livres entre os ensaios", recordou. 

Dias depois, a cantora lembrou que teve uma "hemorragia" durante uma das atuações e que não encontrou empatia nem ajuda, uma vez que lhe diziam que "estava gorda"

"Sentíamos que éramos escravas... o mal que há neste mundo. Não penso que seja apenas um grupo de pessoas. Acho que o mal prospera quando não fazemos nada contra. Como cristãos, precisamos de agir", acrescentou. 

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo