Kylie Jenner vende metade da marca por uma fortuna

A jovem bilionária decidiu vender metade do seu império de cosméticos por mais de 500 milhões de euros.
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
Kylie Jenner
18 nov 2019 • 18:04
Os rumores andavam a correr desde o início deste ano, e está agora confirmado. Kylie Jenner, a irmã mais nova do clã Kardashian, vendeu metade da sua marca de sucesso, Kylie Cosmetics, avaliada em 1085 milhões de euros

Segundo a imprensa internacional, a venda foi feita por cerca de 600 milhões de dólares, o que equivale a 543 milhões de eurosao grupo Coty, uma empresa multinacional de cosméticos.

Assim, aos 22 anos, a jovem empresária perde uma fatia maioritária da empresa que criou quando tinha apenas 18 anos, no final de 2015. No entanto, vai continuar a ser o rosto da empresa que faz render uma verdadeira fortuna. Sabe-se que a marca vai mudar o nome de Kylie Cosmetics para Kylie Beauty. 

Em março deste ano, a revista Forbes voltou a eleger Kylie Jenner como a mais jovem bilionária de todos os tempos, depois de ter alcançado o mesmo título no ano passado, em 2018. 

A jovem tem aumentado a sua fortuna e o seu poder no mundo de cosméticos desde o lançamento da lucrativa marca de batons, delineadores de lábios, paletas de sombras entre outros artigos de beleza. Logo no primeiro ano após introduzir a marca no mercado, a Kylie Cosmetics rendeu milhões de euros.

Recorde-se que Kylie Jenner é mãe de uma menina, Stormi Webster, fruto da relação que mantinha com o rapper Travis Scott. Os dois decidiram separar-se em outubro deste ano, mas, no entanto, acredita-se que haja uma reconciliação para breve. O ex-casal garante preservar uma boa relação, sobretudo pelo bem-estar da filha que têm em comum, de apenas um ano. 

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo