Lágrimas de emoção na despedida de Celeste Rodrigues

Família e amigos no adeus à artista, que morreu aos 95 anos.
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
Celeste Rodrigues
03 ago 2018 • 01:30
Tatiana Santana
Familiares, amigos, várias personalidades ligadas ao mundo da música e até o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa reuniram-se ontem no Pátio da Galé, em Lisboa, para prestar homenagem à fadista Celeste Rodrigues, que morreu aos 95 anos, sempre a fazer aquilo que mais amava. Ainda em maio, a irmã mais nova de Amália Rodrigues juntou vários músicos num concerto no Teatro Tivoli, que marcou a sua despedida dos palcos.

"Não pude lá estar, com muita pena minha", começa por contar o vocalista dos Xutos&Pontapés, Tim, que marcou presença no velório da artista. "É uma perda enorme para o País. Ela era uma mulher cheia de vida", enalteceu, enquanto Marcelo destacou "a figura incontornável" da fadista.

Entre as várias figuras ligadas à música, todas foram partilhando histórias dos momentos vividos com Celeste, alguns muito especiais. A prima e também cantora Fábia Rebordão recordou, sempre em lágrimas, a relação próxima que tinha com a fadista, e que se estreitou nos últimos anos. "Tínhamos uma relação de avó e neta ou até mesmo de mãe e filha".

O último adeus à fadista acontece hoje, pelas 13h00, no Pátio da Galé. O corpo será sepultado no Talhão dos Artistas, no cemitério dos Prazeres.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo