Lena d’Água sem dinheiro e sem trabalho

Cantora está a desfazer-se de alguns dos seus bens pessoais.
Lena d’Água
Lena d’Água, cantora, música, dinheiro, trabalho
Foto: Pedro Zenkl 
01 nov 2017 • 06:00
Miguel Azevedo
"Estou tão na merda, sem dinheiro, sem trabalho sem quase ninguém!". O desabafo foi feito ontem por Lena D’Água na sua página oficial do Facebook e apanhou de surpresa muitos dos que a seguem naquela rede social.

Pouco depois, a cantora anunciava a venda de alguns bens: "Vendo livros de Lobo Antunes, botas Doc Martens que comprei no Porto em 95, o meu piano, uma das minhas guitarras, uma estante Gato Preto, a minha cama, o meu colchão."

Ambos os ‘posts’ receberam de imediato dezenas de comentários de apoio, havendo inclusive quem tivesse solicitado o NIB à cantora. Contactada pelo CM, Lena d’Água não quis fazer comentários ou explicar os posts.

Os problemas financeiros de Lena D’Água, umas das mais carismáticas figuras do rock português, não são recentes. Afastada do grande circuito de concertos, já em 2002 a cantora tinha entrado para o ‘Big Brother’ "porque precisava de dinheiro", justificaria numa entrevista.

Há três anos, a artista lançou em disco o projeto Lena d’Água & Rock’n’Roll Station em que revisitava alguns dos seus clássicos, mas que não teve grande expressão comercial.

Recorde-se que, em fevereiro deste ano, Lena d’Água, de 61 anos, voltou ao contacto com o grande público pelo Festival RTP da Canção. A cantora interpretou o tema ‘Nunca Me Fui Embora’, de Pedro da Silva Martins, dos Deolinda, ficando em sétimo lugar na final.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo