Leonor Poeiras em estado depressivo e medicada

Arrasa TVI em audiência em tribunal.
Leonor Poeiras
Leonor Poeiras
Foto: Vítor Mota
02 jul 2022 • 01:30
Sónia Dias
Leonor Poeiras não poupou acusações à TVI ao ser ouvida no processo que moveu contra a estação que a dispensou em 2020. Em tribunal, a ex-apresentadora mencionou um episódio em que não lhe foi permitido abandonar as gravações de um programa para ir à escola do filho, onde este tinha sido "agredido com o tronco de uma árvore". Segundo a ‘TV 7 Dias’, Leonor Poeiras arrasou, também, Nuno Santos, na altura diretor de Programas da estação, dizendo que este foi "muito injusto e desagradável" com ela. "Fiquei com uma depressão e sou medicada até aos dias de hoje. A nível pessoal, ouvir um diretor dizer que não tem nada para mim deixou-me em pânico", revelou.

Em causa neste processo está o facto de, durante 17 anos, Leonor Poeiras ter trabalhado sempre a recibos verdes, tendo celebrado vários contratos de prestação de serviços. A ex-apresentadora exige agora uma indemnização de quase 1,3 milhões de euros. Voltará a ser ouvida dia 11.
Mais sobre
Newsletter
topo