Liliana Filipa recorda parto de Santi: “Senti-me mesmo à beira da morte”

A empresária foi mãe, pela segunda vez, a 9 de dezembro, mas sofreu uma hemorragia pós-parto que a obrigou a levar três transfusões de sangue e a ser operada de urgência
Liliana Filipa, Daniel Gregório e os filhos: Ariel e Santi
Liliana Filipa, Daniel Gregório e os filhos: Ariel e Santi
18 mar 2020 • 13:27

Liliana Filipa lançou recentemente um vídeo no seu canal de youtube onde falou sobre o desafio de ser mãe de duas crianças. A empresária foi mãe pela primeira vez de Ariel a 22 de setembro de 2018 e passado seis meses descobriu que estava grávida novamente.

"Foi uma surpresa. Nós queríamos ter outro bebé próximo da Ariel, queríamos que tivessem idades próximas, mas não era tão cedo. Com seis meses foi uma grande surpresa", disse.

A antiga concorrente da ‘Casa dos Segredos’ contou com detalhes as duas experiências dos partos e garante que se arrepende de ter escolhido um hospital público para o nascimento da Ariel. "O parto da Ariel demorou muitas horas e foi muito doloroso. O hospital onde estive não ajudou no processo e não senti o apoio necessário", começa por contar. "Já o parto do Santi foi uma maravilha. Não sofri nem metade do que sofri no parto da Ariel. Primeiro porque eu sabia para o que ia e segundo fui para um hospital privado. Eu aconselho. A experiência é muito melhor. Não tem comparação. Se eu soubesse o que sei hoje não teria tido a Ariel no hospital público, isto porque no público temos menos atenção".

Liliana Filipa conta que o parto do filho correu bem e foi "super rápido", mas que depois teve complicações. "Depois do parto é que as coisas complicaram um bocadinho. Eu comecei a perder muito sangue, mas ainda não se sabe bem porquê. Eu tive uma hemorragia pós-parto e perdi muito sangue que foi provocado por uma atonia uterina, ou seja, o útero não contraiu como devia". Devido a ter começado a ficar "roxa, sempre a tremer e muito gelada", Liliana Filipa teve de ser operada de urgência. "Eu tive de ser muito medicada e ao todo recebi três transfusões de sangue. No total perdi quatro litros de líquidos. Também fiz uma cirurgia de emergência que foi uma cortagem onde limparam tudo o que estava no útero. Passei um pouco mal, mas não sofri muito", revela. A empresária confessa que pensou que ia morrer. "Senti-me mesmo à beira da morte, juro".

Liliana Filipa tem recebido algumas críticas pela sua magreza depois do parto do filho algo que garante dever-se ao stress. "O facto de estar magra também tem a ver por ter perdido muitos líquidos no parto. Para além do mais, o Santi mama muito e eu continuo a trabalhar e tenho andado muito stressada. O stress dá-me para emagrecer porque eu continuo a comer", garante.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo