Ljubomir lança farpas à TVI: “Na SIC chegam a horas às reuniões”

Chef acusa responsáveis da sua antiga estação de serem pouco profissionais
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Daniel Oliveira e Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
Daniel Oliveira e Ljubomir Stanisic
19 ago 2020 • 17:10

Ljubomir Stanisic protagonizou um dos assuntos mais falados na imprensa portuguesa após anunciar a mudança para a SIC e a consequente saída da TVI. Em declarações ao Observador, o famoso chef explicou o que o levou a aceitar a proposta de Daniel Oliveira e não hesitou em lançar farpas à estação de Queluz de Baixo.

"Comecei a falar com o Daniel Oliveira (sobre uma eventual mudança para Paço de Arcos) há imenso tempo. Ele já me tentou aliciar há muito, somos amigos há vários anos e ele é uma pessoa que respeito muito", começou por revelar.

O chef confessou ainda que uma das pessoas responsáveis pela mudança foi o CEO do Grupo Imprensa, Francisco Pinto Balsemão: "(…) O Francisco disse que precisava agora de mim e eu acabei por dizer ‘então vamos embora’".

"Com eles não há confusões, respeitam reuniões, chegam a horas... Tudo isso me motivou. Se tivesse negociado pelo dinheiro tinha ficado na TVI. Foi o profissionalismo da SIC que me convenceu", acrescentou.

Apesar de não poder revelar os projetos que integrará, o cozinheiro explicou a oferta: "A SIC ofereceu-me a oportunidade para fazer coisas que eu gosto mesmo, uma dela foi trabalhar com amigos. Deram-me canal aberto para trabalhar numa coisa para a internet com o Paulo Furtado, e outra no prime-time, ao domingo, como eu gosto…".

No comunicado que confirmava a saída do chefe da TVI, o Diretor Geral do canal, Nuno Santos mencionou que "razões de saúde""um problema sério no joelho" e a pandemia de Covid-19 estiveram na origem do adiamento da nova temporada de 'Pesadelo na Cozinha', que já tinha data de estreia marcada para setembro. 

Perante o anúncio, Ljubomir afirmou que só tem de "agradecer ao máximo à TVI por tudo o que deram, oportunidades e liberdade". Todavia, o chefe considera que "Nuno Santos esteve mal" ao referir a sua dor no joelho como motivo para não se inciarem as gravações do programa:"Não tem nada a ver! Sou o melhor soldado que qualquer televisão teve na vida e para entrar na guerra é preciso bons soldados".

Ainda sobre uma possível ação movida pela TVI, Ljubomir ironiza: "Vão me processar? Ainda bem, acho que é justo fazerem isso. Só tenho que lhes dizer ‘muito obrigado’, foram maravilhosos".

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo