Lourenço Ortigão sofre com a perda do melhor amigo

O ator da TVI está devastado com a morte do seu companheiro de vida: "Apareceste na minha vida quando eu tinha 11 anos e acompanhaste-me quase até aos 30".
20 mai 2019 • 13:30
Lourenço Ortigão, de 30 anos, está de luto. O ator da TVI está devastado com a morte de Wappy, o seu cão que o acompanhou durante 18 anos. 

O companheiro de quatro patos fazia parte da família desde que Lourenço tinha apenas 11 anos e o ator fez questão de deixar uma longa mensagem emotiva nas suas redes sociais. Wappy acabou por morrer nos braços de Lourenço, que afirma ter tomado "a decisão mais difícil da sua vida". 

"É difícil imaginar que um cão possa ser um verdadeiro membro da família, por quem sentimos tanto amor. Meu querido Wappy... Foste das melhores coisas que eu tive na vida. Foste o cão mais generoso do Mundo, o melhor companheiro, o mais fiel, inteligente, sensível, e amigo que conheci. Apareceste na minha vida quando eu tinha 11 anos e acompanhaste-me quase até aos 30, sempre com a alegria dos primeiros dias, de quando eras bebé e ladravas de alegria quando chegava Apareceste na minha vida quando eu tinha 11 anos e acompanhaste-me quase até aos 30 a casa e de tristeza quando saía", pode ler-se na mensagem deixada pelo ator. 

Leia mensagem completa de Lourenço Ortigão. 

Ver esta publicação no Instagram

Se ontem não tive sequer forças para escrever... Depois de mal dormir hoje acordei inevitavelmente a pensar em ti e na angústia de já não te ter aqui. É difícil imaginar que um cão possa ser um verdadeiro membro da família, por quem sentimos tanto amor. Meu querido Wappy... Foste das melhores coisas que eu tive na vida. Foste o cão mais generoso do Mundo, o melhor companheiro, o mais fiel, inteligente, sensível, e amigo que conheci. Apareceste na minha vida quando eu tinha 11 anos e acompanhaste-me quase até aos 30, sempre com a alegria dos primeiros dias, de quando eras bebé e ladravas de alegria quando chegava a casa e de tristeza quando saía. Nao poderia imaginar um companheiro melhor! Tiveste uma vida recheada de amor e felicidade, com uma família que te AMA verdadeiramente, que conquistaste como um de nós assim que te encontrámos com 2 meses de idade. Lutaste como um GUERREIRO até ao último suspiro, e sei que esperaste por mim porque com a tua força, amor e generosidade não irias deixar-nos enquanto não nos despedíssemos todos um a um nem que para isso tivesses de atravessar o impossível. Ontem, depois da decisão mais difícil da minha vida, foi o momento de te deixar adormecer aos meus braços cheio de amor e ao mesmo tempo de angústia e dor. A família está triste, mas abençoada por ter tido durante estes 18 anos o cão mais humano que alguma vez irá nascer. Obrigado por me ensinares tanto, por todos os momentos de alegria e por fazeres a minha história de vida muito mais feliz. Wappy, meu bebé. Não me consigo despedir de ti, vou só deixar-me flutuar... ??

Uma publicação partilhada por Lourenco Ortigao (@lourencoortigao) a

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo