Lucho González jura "por tudo" não ter batido na mulher

Jogador nega agressão à esposa que garante que jogador a tentou matar.
Lucho González com a mulher
Lucho González com a mulher
Foto: Amandia Queirós
17 dez 2017 • 02:21
Lucho González garante que não agrediu a mulher, Andreia Marques, no interior da casa em que ambos viviam, em Curitiba, no Brasil, a 8 de dezembro. 

"Nunca toquei nela. Penso que ela tem alguma doença. Eu juro pelos meus quatro filhos que não toquei num fio de cabelo dela. Em nenhum momento lhe bati, juro por tudo", disse o jogador ao GloboEsporte.com. 

O antigo futebolista do FC Porto diz mesmo que, naquele dia, impediu que Andreia se suicidasse. "Ela começou a partir objetos em casa e usou o vidro de uma moldura para cortar o pulso esquerdo", referiu, acrescentando que a sua principal preocupação são os filhos que têm em comum, Matteo, de sete anos, e Maria, de dois.

Andreia Marques revelou, em entrevista ao CM, na sexta-feira, que Lucho González a tentou matar. "Nós discutimos e ele empurrou-me várias vezes. Depois atirou-me à cama e apertou-me o pescoço com as duas mãos e dizia: 'Eu vou matar-te'. Fiquei toda pisada e com os pulsos todos cortados. Depois pendurou-me na janela, chamou os nossos filhos e disse: 'Venham ver a vossa mãe louca a morrer'", afirmou.
Mais sobre
Newsletter
topo