Luís Borges faz texto especial sobre o primeiro Dia do Pai após a morte de Eduardo Beauté

O cabeleireiro morreu em setembro e desde então o modelo é responsável pelos filhos.
Luís Borges
Luís Borges
19 mar 2020 • 19:07
Luis Borges e Eduardo Beauté adotaram três crianças: Bernardo, de oito anos, Lurdes, de sete e Edu, de cinco. Desde a  morte do cabeleireiro, a 7 de setembro de 2019, devido a uma embolia cerebral, o modelo internacional ficou encarregue dos filhos.

Esta quarta-feira, dia 19 de março, Dia do Pai, Luís Borges publicou um desabafo nas suas redes sociais sobre o desafio de ser pai solteiro.

"São 05h47 e eu já devia estar a dormir, mas não consigo. As insónias são constantes desde o dia o 7 de setembro de 2019", começou por escreveu. "Hoje é Dia do Pai… e eu estou aqui a pensar se vou publicar isto que estou a escrever. Porque hoje estou mais frágil do que nos outros dias, por muito que essa seja a opinião geral, não é verdade. A minha vida não é perfeita, está muito longe disso. Sei que gostam das fotos de festas que eu publico, das viagens que faço, dos eventos que onde estou, das amigas giras que eu tenho… a vida é tão mais que isso, eu sou bem mais que isso! E chega no meio de tudo isto o aquele dia, o Dia do Pai".

Tal como os seus filhos, Luís Borges foi adotado quando era criança e nunca conheceu o pai biológico. "Não sei se ele sabe que eu existo, não sei se ele alguma vez me tentou procurar, não sei como é o sorriso dele… não sei e nunca vou saber. Também se me perguntassem se alguma vez com 31 anos imaginaria ser pai de três filhos? Não, muito longe disso. Se calhar deveria estar a curtir a vida com muitos pessoas da minha idade fazem", escreveu.

"Os meus filhos são todos diferentes, são todos especiais, são desafiantes. E eu às vezes questiono-me se estarei a fazer o melhor por eles?! Se os castigos fazem sentido, se as regras são as melhores… muitas questões porque tal como qualquer pai não quero falhar. Mas depois no meu quarto, já sozinho, lembro-me de todos os sorrisos, os abraços, os beijos, as conversas, as questões deles… e fecho os olhos e vejo três crianças a rir, a rir muito, porque são felizes. Os meus filhos são felizes, são muitos felizes e eu espero que assim seja para sempre. O Luís não é nenhum miúdo, é só um bocadinho rebelde (seja lá o que isso for)", destacou.

Em forma de terminar o texto, Luis Borges desejou um dia feliz ao ex-marido. "Feliz dia do Pai para todos. Feliz Dia do Pai para ti, Eduardo. Feliz Dia do Pai para ti, meu pai João. Feliz dia para todos aqueles que são pais e mães ao mesmo tempo".



Ver esta publicação no Instagram

São 05:47 e eu já devia estar a dormir, mas não consigo. As insónias são constantes desde o dia o 7 de Setembro de 2019. Hoje é dia do Pai... e eu estou aqui a pensar se vou publicar isto que estou a escrever. Porque hoje estou mais frágil do que nos outros dias, por muito que essa seja a opinião geral, não é verdade. A minha vida não é perfeita, está muito longe disso. Sei que gostam das fotos de festas que eu publico, das viagens que faço, dos eventos que onde estou, das amigas giras que eu tenho... a vida é tão mais que isso, eu sou bem mais que isso! E chega no meio de tudo isto o aquele dia, o dia do Pai. Nunca conheci o meu pai biológico, não sei se ele sabe que eu existo, não sei se ele alguma vez me tentou procurar, não sei como é o sorriso dele... não sei e nunca vou saber. Também se me perguntassem se alguma vez com 31 anos imaginaria ser pai de 3 filhos? Não, muito longe disso. Secalhar deveria estar a curtir a vida com muitos pessoas da minha idade fazem. Li tanta vez comentarios do tipo: ele é um miúdo , não quer saber das crianças para nada... então hoje, dia do Pai, vos digo que os meus filhos sempre foram e serão o melhor que me aconteceu na minha vida. Eu também fui adotado, os meus tios foram-me buscar à Santa Casa de Lisboa. São a família. Os meus filhos são todos diferentes, são todos especiais, são desafiantes. E eu as vezes questiono-me se estarei a fazer o melhor por eles?! Se os castigos fazem sentido, se as regras são as melhores... muitas questões porque tal como qualquer pai não quero falhar. Mas depois no meu quarto,já sozinho, lembro-me de todos os sorrisos, os abraços, os beijos , as conversas, as questões deles... e fecho os olhos e vejo 3 crianças a rir, a rir muito, porque são Felizes. Os meus filhos são felizes, são muitos felizes e eu espero que assim seja para sempre. O Luis não é nenhum miúdo, é só um bocadinho rebelde (seja lá o que isso for). Feliz dia do Pai para todos. Feliz dia do Pai para ti Eduardo. Feliz dia do Pai para ti meu pai João. Feliz dia para todos aqueles que são pais e mães ao mesmo tempo. P.s. não se esqueçam de nestes dias loucos fechados em casa de se divertirem com os vossos filhos. #staysafe

Uma publicação partilhada por Luis Borges (@luisborgesoficial) a

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo