Luís Borges quebra o silêncio sobre a morte da mãe: "O cancro levou-te e foi rápido demais"

O manequim não esconde a dor e fez questão de deixar uma homenagem emotiva à mãe adotiva que não resistiu à luta contra o cancro.
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
Luís Borges
11 jul 2019 • 15:44
O ex-marido de Eduardo Beauté vive momentos de dor. A mãe adotiva de Luís Borges morreu esta terça-fera, 9 de julho, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, não resistindo à dolorosa luta contra o cancro. 

O manequim abordou pela vez o tema nas suas redes socais e fez questão de deixar uma mensagem emotiva à mãe adotiva: "Mãe, hoje despeço-me de ti com o coração super apertado. Partiu um pedaço de mim, tu partiste e sei que nunca mais te vou ter ao meu lado. Vou quebrar, mas só um bocadinho, porque tu me ensinaste-me a carregar o mundo às costas sozinho e a lutar pelo que queria", escreveu o modelo.

Luís relembrou os seus momentos de rebeldia e fez questão de agradecer à mãe todos os ensinamentos e lições de vida que lhe proporcionou: "O cancro levou-te e foi rápido demais e eu achava que estava preparado mas não estava. Tínhamos as nossas diferenças mas é a ti que agradeço por tudo o que fizeste por mim e no homem que hoje eu sou. Deste o teu melhor e eu fico feliz por isso!".

Recorde-se que, Luís Borges foi abandonado pela mãe biológica quando tinha apenas dois meses num quarto de uma pensão e foi adoptado.

Ver esta publicação no Instagram

Mãe, hoje despeço-me de ti com o coração super apertado. Partiu um pedaço de mim, tu partiste e sei que nunca mais te vou ter ao meu lado. Vou quebrar, mas só um bocadinho, porque tu me ensinaste-me a carregar o mundo às costas sozinho e a lutar pelo que queria. Sai de casa aos 19 anos num acto de rebeldia para te provar que os sonhos têm asas e que eu podia voar. Hoje foste tu que voaste para longe de mim! O cancro levou-te e foi rápido demais e eu achava que estava preparado mas não estava. Tinhamos as nossas diferenças mas é a ti que agradeço por tudo o que fizeste por mim e no homem que hoje eu sou .Deste o teu melhor e eu fico feliz por isso! Adorava tratar de ti, de te pintar o cabelo daquele loiro que tu tanto adoravas e dizer o que te ficava bem na hora de te vestires. Odiava o risco preto que usavas nos olhos porque parecia que estavas sempre borrada, hoje quis que fosses igual ao que sempre usaste e fiz questão de te vestir com uma das cores que mais amavas. Nestes últimos dias estavas a sofrer muito e eu fazia-me de forte cada vez que te ia ver. O meu coração doi, doi muito, mas quero que saibas que vais viver para sempre dentro dele. Estás junto da avó que é a minha estrela e agora passaram a ser duas. Não deixes de brilhar quando te pedir ajuda, e agora vais poder ver aí de cima o porquê de nem sempre conseguir te dizer o que se passava na minha vida. Vou cuidar do Pai, não te preocupes...eu só quero que descanses em Paz como mereces. Amo-te para sempre e desculpa todos os momentos em que te fiz chorar. Um beijo do teu filho Luis.

Uma publicação partilhada por Luis Borges (@luisborgesoficial) a






Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo