Madonna apela a protesto contra Trump com foto de vagina

'Rainha da pop' volta a criar polémica nas redes sociais.
Foto: Reuters
13 jan 2017 • 16:25

Madonna volta a dar que falar nas redes sociais, depois de apelar ao seus seguidores que participem numa manifestação anti-Trump com a fotografia de uma vagina.

O apresentador de televisão Piers Morgan disse que vomitou o pequeno-almoço depois de ver a publicação de Madonna no Instagram em gesto de apoio ao protesto 'Million Women March', a acontecer no próximo dia 21 de março, com o objetivo de boicotar o primeiro dia de trabalho de Donald Trump como presidente dos EUA.

Ao contrário de Piers, que sempre demonstrou o seu apoio a Trump, Madonna assume-se uma forte opositora do futuro presidente dos EUA. Desta vez, a cantora decidiu ir mais longe ao demonstrar o seu desagrado e publicou uma imagem de uma zona genital feminina tatuada com o símbolo da Nike. "Siiiiim! Vamos conseguir fazê-lo!", escreveu na legenda da imagem, que pretende incentivar as mulheres a participarem na marcha através de uma alusão ao slogan da marca ('We can do it'). 

Newsletter
topo