Madonna arrasada após visitar cinco países em três semanas durante pandemia

Artista foi duramente criticada por não cumprir restrições relacionadas com a Covid-19.
Madonna
Madonna
Madonna e o suposto namorado, Ahlamalik Williams
Madonna e o suposto namorado, Ahlamalik Williams
Madonna
Madonna
Madonna e o suposto namorado, Ahlamalik Williams
Madonna e o suposto namorado, Ahlamalik Williams
12 jan 2021 • 15:16
Madonna está no centro de uma polémica devido às viagens que tem feito ao longo das últimas três semanas com a família. A artista norte-americana não se inibiu de visitar cinco países, em plena pandemia de Covid-19 e está a ser duramente criticada nas redes sociais.  

De acordo com o jornal britânico 'Daily Mirror', a cantora saiu de Los Angeles há três semanas, pouco antes do Natal, e viajou para Londres na companhia do namorado, Ahlamalik Williams, e quatro dos filhos: David Banda, Mercy James, e as gémeas Estere e Stella. Depois da quadra natalícia, a rainha da POP deslocou-se até África e visitou o Egito, Quénia e Malaui, sendo que neste país visitou um orfanato e encontrou-se com o presidente do país, Lazarus Chakwera. Já no Quénia, a cantora participou num safari com os filhos. 

Agora, a artista de 62 anos está a ser arrasada por viajar durante a pandemia do novo coronavírus. Alguns internautas não hesitaram em tecer críticas a Madonna nos comentários de vários artigos internacionais. "A rainha da hipocrisia", "Na idade dela, ela deveria estar isolada", "Apenas rídicula" ou "Eu sou a Madonna e as regras não se aplicam a mim", são alguns dos comentários negativos que se podem ler. 

Segundo o 'Daily Star', os acessores de Madonna garantiram que a artista, bem como a família, têm realizado vários testes à Covid-19.

Nas redes sociais, a cantora tem partilhado registos das viagens com os seguidores. Num vídeo publicado esta terça-feira, a artista surge ao lado do namorado numa lagoa vulcânica, no Quénia.

Veja aqui o vídeo:
A carregar o vídeo...
Madonna arrasada após visitar cinco países em três semanas durante pandemia de Covid-19
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo