Mãe de Sara Barradas relata inferno em tribunal: violência e tentativas de suicídio

Felisbela Dias foi condenada a uma pena de sete anos de prisão.
Sara Barradas e a mãe, Felisbela Dias
Sara Barradas e a mãe, Felisbela Dias
importa
Sara Barradas e a mãe, Felisbela Dias
Sara Barradas e a mãe, Felisbela Dias
importa
20 jan 2021 • 18:46
A mãe da atriz Sara Barradas foi condenada a uma pena de sete anos de prisão por dez crimes de burla qualificada, cometidos entre os anos de 2014 e 2017.

Durante o julgamento, Felisbela Dias não negou as acusações de que era alvo pelos sete lesados e mostrou-se "arrependida e envergonhada". Deu também o enquandramento familiar da sua vida, marcada por vários dramas, a começar pelo casamento com o pai de Sara Barradas.

Os dois viveram juntos durante 17 anos e tiveram duas filhas, mas Felisbela diz que sempre foi uma união infeliz marcada pela violência física e psicológica, a que dizia ser sujeita devido aos problemas de alcoolismo do então marido e do vício do jogo.

Como consequência do drama familiar, a irmã de Sara, agora com 23 anos, enfrentou graves problemas do foro psiquiátrico e chegou mesmo a tentar o suicídio.

Ora, o facto de ter de se dedicar inteiramente à filha foi uma das razões apontadas por Felisbela para uma grave quebra nos seus rendimentos na altura em que começou a praticar as burlas, relacionadas com a venda de imóveis. No esquema montado em conjunto com o segundo marido, João Almeida, a mãe de Sara dizia conhecer um alto cargo bancário com acesso privilegiado a casas que se encontravam em leilão, no banco, a preços abaixo do valor de mercado. Pedia aos lesados um sinal pelo imóvel, mas no dia da escritura, estes nunca se concretizavam.

Burlou mais de sete pessoas, entre as quais a atriz Maria João Abreu ou a própria filha, Sara Barradas, e o genro José Raposo.

Em tribunal, foi ainda recordado o primeiro contacto de Felisbela com a Justiça, que já a tinha condenado em 1997 por um caso relacionado com burlas. Na empresa onde trabalhava e dava apoio à direção financeira, a progenitora de Sara Barradas foi apanhada a roubar cheques, que depois depositava na sua conta.


Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo