Mãe do enfermeiro que tratou Boris Johnson do coronavírus orgulhosa: "Ele está na linha da frente"

Edite, mãe do profissional de saúde português que esteve ao lado do primeiro-ministro britânico no hospital, contou os momentos dramáticos.
A carregar o vídeo...
Mãe de enfermeiro português que tratou Boris Johnson fala com Cristina Ferreira
13 abr 2020 • 14:30
Edite Pitarma, mãe do enfermeiro português que está de serviço em Inglaterra e tratou de Boris Johnson, Luís, esteve em direto na emissão desta segunda-feira do 'Programa da Cristina'.

O primeiro ministro britânico de 55 anos, que recebeu cuidados num hospital em Londres, St. Thomas, após ser infetado pelo novo coronavírus, está agora a recuperar. As atenções viram-se para Luís, que esteve ao lado de Boris e está a dar que falar no nosso país.

Com 29 anos, natural de Aveiro, Luís trabalha no hospital de Londres há quatro anos, e ficou nervoso quando soube a missão que tinha em mãos, tal como contou a sua progenitora, em declarações à apresentadora.

"Quando o chamaram para tratar do Boris Johnson, ele estremeceu todo", confessou Edite em conversa com a apresentadora. 

"Ele é especialsita dos cuidados intensivos. Eu sinto-o nervoso desde que isto começou porque tem estado na linha da frente. Dói-me muito saber todos os dias que ele está ali", revela Edite, que também não esconde a preocupação por ver o filho trabalhar nesta situação que se enfrenta. 

"Ele não tinha trabalho cá. Foi para lá por necessidade. Mandou mais de 200 currículos e ninguém o chamou", contou, admitindo que o filho estava de férias em Portugal quando teve de regressar mais cedo a Inglaterra. Edite garante ainda que fica orgulhosa e com um sorriso de 'mãe babada'.

Em relação a Boris Johnson, Edite revela: "Ele lida dificilmente com estas emoções. Antes de tratar do primeiro ministro, morreu uma doente com 22 anos vítima de coronavírus. E ele estava muito triste".

"Quando o primeiro ministro agradeceu ao seu filho, como se sentiu?", questionou Cristina Ferreira, referindo-se às felicitações que Marcelo Rebelo de Sousa fez ao filho, por telefone. 

Edite acabou por confessar que Luís não está a lidar bem com o mediatismo que se gerou à volta do seu nome. 

"Ele disse-nos que os meios de comunicação andavam atrás dele e que podiam ir atrás da nossa família e para estarmos calmos. Foi o nosso presidente da Républica que falou com ele e o acalmou, porque ele estava muito transtornado, nunca gostou de protagonismo", desabafou Edite.

No entanto, Cirstina Ferreira não resistiu a brincar com a mãe do enfermeiro, dizendo-lhe que o filho está a aparecer em todos os jornais.

"Eu já comprei algumas para lhe mostrar", terminou Edite, emocionada. 



Recorde-se que Boris Johnson já está em casa, a recuperar da doença. O primeiro ministro do Reino Unido também fez questão de agradecer publicamente a Luís Pitarma pelos cuidados prestados.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo