Manuel Luís Goucha revela mágoa com Cristina por causa do marido

Apresentador abriu o coração e confessou que ficou triste depois de Cristina Ferreira ter convidado o marido Rui Oliveira para ir para a SIC
Cristina Ferreira, Manuel Luís Goucha
Cristina Ferreira, Manuel Luís Goucha
Cristina Ferreira, Manuel Luís Goucha
Cristina Ferreira, Manuel Luís Goucha
21 set 2020 • 13:19

Após 14 anos de dupla nas manhãs na TVI e dois anos de separação, Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira reencontraram-se esta segunda-feira na condução do 'Você na TV!'. Uma emissão especial para os apresentadores, encarada como uma "despedida" para Cristina Ferreira, que irá assumir novos projetos na estação após o seu regresso.

Numa conversa emotiva, Cristina e Goucha, que sempre mantiveram a união e cumplicidade abriram o coração sobre os últimos anos de distância e como lidaram com a disputa de audiências. 

Pela primeira vez, Manuel Luís Goucha e Cristina assumiram as emoções vividas ao longo dos últimos anos de afastamento e o veterano confessou o momento que mais o magoou. Em causa está o convite de Cristina a Rui Oliveira, marido de Goucha, para ir para a SIC. O apresentador da TVI aproveitou o momento e confessou que ficou desiludido com a atitude da amiga. "[A relação] ficou beliscada quando soube que tinhas convidado o Rui, mas depois soube que a história tinha outros contornos. Houve um dia que pensei: ‘Porra, porque é que não deixei ir o Rui? Assim alguém ganhava audiências cá em casa’, disse. Apesar da confissão de Goucha, Cristina preferiu não adiantar mais pormenores sobre o assunto que motivou uma enorme polémica.

Durante o programa, apesar dos abraços contidos devido à situação atual do País, a dupla de apresentadores deixou evidente que mantém toda a sua união e cumplicidade e deixou rasgados elogios e declarações. "És das pessoas que melhor compreende a minha ida. Sabes como gosto de fazer televisão. Senti que aqui não estavam a valorizar isso e estava a ser mais uma. Houve um convite e já fui para a primeira conversa a saber que ia embora. Já tinha sido diretora desta casa e nunca pude pôr em prática. Por ser mulher sempre fui colocada no meu lugar. O programa que fiz na SIC já o tinha apresentado aqui e ficou numa gaveta", explicou Cristina em direto. 

"Aquilo que aconteceu durante um ano e meio pôs-me à prova. A vida é para os duros. Durante um ano tentaram acabar com o Goucha. Foi um trabalho muito solitário, comecei a não ler [notícias] mas há sempre uma alma que nos conta. Foi uma campanha para me abater", referiu Goucha sobre os dois anos de afastamento em que viu o seu programa esmagado nas audiências. 

Sobre o seu regresso à "casa que a viu crescer", Cristina referiu que houve o sentimento de "culpa" pelo fracasso da TVI. "Vi a TVI a cair e sentia que tinha de voltar para ajudar a pôr tudo no lugar, porque eu ajudei a destruir. Senti culpa [...] Podia ter ficado na SIC a ganhar muito mais com muito mais condições do que hoje estou a ganhar aqui", afirmou a nova diretora que salientou ter sido uma decisão a solo e não houve qualquer negociação com a SIC.


Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo