Marco Paulo admite viver dias difíceis: "É uma batalha grave a que estou a travar"

Cantor diz que só sai de casa para os tratamentos de quimioterapia e visitas ao Santuário de Fátima, sem sair do carro.
Marco Paulo
Marco Paulo
Marco Paulo
Marco Paulo
Marco Paulo
Marco Paulo
27 mar 2020 • 18:14

Marco Paulo, de 75 anos, trava uma dura batalha contra um cancro na mama e admite que os últimos tempos não têm sido fáceis, depois de ter sido submetido a um tratamento de quimioterapia "muito agressivo".

O cantor esteve, esta sexta-feira, em direto através de videochamada no programa 'Praça da Alegria', da RT1, e falou sobre os momentos delicados que atravessa.

"É uma batalha grave e complicada que estou a atravessar neste momento. Já fiz o último tratamento de quimioterapia que era um tratamento muito agessivo mas que não deixou assim grandes sintomas de mal-estar. Agora, vou iniciar em abril uma nova sessão de três meses de quimioterapia. Depois, se tudo correr bem, terei de tomar uns comprimidos durante uns meses para não haver nenhuma sequela", começa por contar, acrescentando que tem tomado precauções extra devido ao surto de coronavírus.

"Só saio de casa para ir ao hospital, faço os tratamentos de quimioterapia que tenho de fazer, estou com os meus companheiros que também estão lá a fazer os mesmos tratamentos e venho logo para casa".

A única exceção a estas saídas foi uma visita recentente ao Santuário de Fátima. No entanto, Marco Paulo diz que não saiu do carro. 

No meio da dura batalha, Marco Paulo agradeceu ainda aos fãs, que o têm mimado nesta fase.

"Tenho recebido flores com mensagens muito simpáticas que agradeço muito do fundo do coração".

Recorde-se que foi há cerca de um mês que Marco Paulo assumiu estar doente. O cantor confessou que ficou surpreendido com o diagnóstico uma vez que não achava que o cancro da mama "fosse um assunto de homens"


Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo