Margarida Vila-Nova presta última homenagem ao pai

Amigos estiveram ao lado da atriz nas cerimónias fúnebres, na basílica da Estrela e cemitério dos Olivais.
Margarida Vila-Nova presta última homenagem ao pai
Margarida Vila-Nova presta última homenagem ao pai
Foto: Duarte Roriz
19 jul 2019 • 01:30
Daniela Ventura
Foi rodeada de amigos e com o rosto marcado pela emoção que Margarida Vila-Nova prestou, esta quinta-feira, a última homenagem ao pai, Pedro Martins, que morreu aos 64 anos, perdendo assim a longa batalha que travava contra o cancro.

Foi na basílica da Estrela, em Lisboa, que começaram as cerimónias fúnebres, com vários rostos conhecidos da televisão a marcarem presença para apoiarem a conhecida atriz, como foi o caso das amigas Vera Kolodzig, Benedita Pereira, Paula Lobo Antunes, Madalena Brandão, Teresa Tavares ou a antiga diretora de programas da SIC Gabriela Sobral. O corpo seguiu depois para o cemitério dos Olivais, onde foi cremado.

A notícia da morte do pai de Margarida Vila-Nova foi dada pela própria atriz, que, através das redes sociais, fez questão de prestar homenagem a um dos homens da sua vida.

Num dia de profunda tristeza, a atriz, de 36 anos, escolheu as palavras de Fernando Pessoa para se despedir de Pedro Martins. "A morte é a curva da estrada. Morrer é só não ser visto", pode ler-se na emotiva mensagem.

A artista acrescentou ainda um símbolo de um coração à legenda da publicação, que contou com centenas de mensagens de apoio por parte dos melhores amigos da atriz e também dos fãs.

Recorde-se que os pais de Margarida Vila-Nova estavam separados há anos, mas a mãe não deixou de marcar presença na última homenagem ao ex-companheiro.
Mais sobre
Newsletter
topo