Maria João Abreu disse aos colegas que andava a sentir um "cansaço extremo"

Atriz apresenta um prognóstico reservado após ter sofrido aneurisma cerebral
Maria João Abreu
Maria João Abreu
Maria João Abreu
Maria João Abreu
06 mai 2021 • 18:12
O estado de saúde de Maria João Abreu continua a afigurar-se como "muito grave". A atriz está em coma induzido após ter sofrido um aneurisma cerebral e de ter sido submetida a duas ciúrgias delicadas ao cérebro.

Antes de ser hospitalizada, a ex-mulher de José Raposo tinha dado conta a alguns colegas que andava a sentir um "cansaço extremo".

No entanto, desvalorizou este e outros sintomas que atribuiu à fibromialgia, uma doença crónica automine que provoca dores incapacitantes em todo o corpo, e da qual a atriz padece há alguns anos. 

Antes do drama que se abateu sobre a sua vida, Maria João Abreu falou sobre como se andava a sentir. "Comecei por ter dores generalizadas pouco tempo depois de entrar na menopausa. (...) Não há diagnóstico para a fibromialgia, é sempre por exclusão de partes, tem a ver com dores generalizadas, insónias, muito cansaço, uma série de coisas que depois vão aparecendo", contou à revista 'Tv Mais' dois dias antes de ter sofrido o aneurisma cerebral, nas gravações do programa 'Mesaluisa', da SIC Mulher. 

No mesmo evento, a atriz revelou, ainda, que tinha piorado o seu quadro clínico da doença autoimune. "Agora já me apareceram outros problemas. Muitas securas na boca. A língua sempre muito seca. E tenho um zumbido no ouvido", afirmou.

O facto de estar a acumular trabalho na SIC, na novela 'A Serra' e a sitcom 'Patrões fora' fez com que a ex-mulher de José Raposo andasse a descansar pouco. "Estou aqui com três horas de sono", contou à mesma publicação, no dia 28 de abril. 

Recorde-se que Maria João Abreu fez uma primeira cirurgia ao cérebro quando deu entrada no Hospital Garcia da Orta, na passada sexta-feira, mas o seu prognóstico piorou e no domingo sofreu um derrame que provocou um AVC hemorrágico. "Ela piorou. Houve uma nova hemorragia. Neste momento está com a cabeça aberta a drenar. É um procedimento comum nestas situações. Está em coma induzido. São horas críticas", revelou uma fonte à revista 'Tv Mais'.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo