Maria José Valério recusou "tomar os comprimidos" e acabou internada

Artista morreu aos 87 anos no Hospital Santa Maria, em Lisboa, após perder a luta contra a Covid-19.
Maria José Valério
Maria José Valério
Maria José Valério
Maria José Valério
05 mar 2021 • 19:13
Maria José Valério morreu na passada quarta-feira, dia 3, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, após perder a luta contra a Covid-19. Agora, sabe-se que antes de dar entrada na unidade hospitalar, a artista que de voz à 'Marcha do Sporting' não tomava a medicação prescrita. "A Zezinha tem alguma aversão aos hospitais e, na Casa do Artista, acabaram por descobrir que ela não estava a tomar os comprimidos que lhe tinham sido receitados. Depois de muita insistência por parte de todos, ela acabou por aceitar que tinha de ser observada num hospital", contou uma fonte à revista 'TV 7 Dias'.

Zezinha, como era carinhosamente tratada pelos amigos, esteve internada durante duas semanas e ao longo do tempo o seu estado de saúde foi-se agravando. "A Zezinha foi internada e, numa primeira instância, o prognóstico era positivo. Ela falava com todos e, aparentemente, estava tudo bem. Depois, a situação descontrolou-se. Foi piorando e, nos últimos dias, os médicos acabaram por dizer que o caso não estava muito famoso", revelou ainda. 

A artista vivia na Casa do Artista há cerca de um ano e partilhava quarto com Anita Guerreiro, que não testou positivo ao novo coronavírus. "A Anita testou negativo, ainda que tenha estado em contacto direto com a Zezinha. Pode parecer estranho — e é, de facto —, mas ainda bem que não ficou infetada. Ela está bem", disse a fonte. 
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo