Meghan Markle dá entrevista a quem pagar mais

Há quem ofereça um milhão de euros pela primeira conversa com a duquesa. Oprah é a favorita
Harry, Meghan Markle
Harry, Meghan Markle
25 abr 2020 • 12:12
As propostas são muitas e cada vez mais elevadas. A primeira entrevista a Meghan Markle já atingiu a fasquia de um milhão de euros, mas a duquesa de Sussex espera que possa vir a render muito mais. Estações de televisão como a britânica BBC ou a norte-americana NBC estão na corrida, apesar da preferência de Meghan recair sobre Oprah Winfrey, uma figura que sempre admirou. Tudo depende do que a apresentadora estiver disposta a pagar para conversar com a mulher do príncipe Harry sobre tudo o que aconteceu na sua vida desde que passou a fazer parte da família real britânica e quais os seus planos para o futuro.

Espera-se que a entrevista com Meghan Markle, que está a viver em Los Angeles, tenha um impacto idêntico à da que foi concedida pela princesa Diana a Martin Bashir em 1995. Nela, recorde-se, Lady Di contou tudo sobre as traições do marido, o príncipe Carlos.
De acordo com a imprensa internacional, Meghan espera que esta entrevista lhe permita reconquistar o público e melhorar a sua imagem. "Quando ela fazia parte da casa real, seria impensável dar uma entrevista a solo sobre a sua vida. Mas agora ela é livre de o fazer", disse uma fonte próxima da duquesa ao jornal ‘Daily Star’.

MUITOS RISCOS
Contudo, também há quem já tenha alertado Meghan para os riscos que corre ao dar esta entrevista. "Se o objetivo dela é apenas ganhar dinheiro, é capaz de resultar. Mas se ela pretende melhorar a sua imagem junto do público, o risco é muito elevado", comentou um fã na rede social Twitter. "Se ela falar mal da família real isso não vai abonar a favor dela. Todos vão acreditar que ela casou com o Harry só por dinheiro e publicidade", adiantou outro.

Na opinião de Penny Junor, autora de livros sobre a realeza, a entrevista de Meghan pode mesmo levar Isabel II a "perder a paciência", tal como aconteceu com a princesa Diana, nos anos 90. "Ela cometeu um erro. A entrevista não só prejudicou a monarquia britânica como também trouxe duras consequências para os príncipes Harry e William, que na altura eram muito novos. É muito difícil antecipar as consequências que uma entrevista deste tipo pode ter e é bem possível que ela venha a arrepender-se", avisa a escritora, em entrevista à revista ‘New Idea’.

GUERRA COM A IMPRENSA
O facto de Harry e Meghan terem cortado todo o tipo de ligações com quatro tabloides britânicos na última semana, aos quais enviaram uma carta a anunciar o seu "compromisso zero" com estas publicações - ‘The Sun’, ‘The Daily Mail’, ‘The Mirror’ e o ‘The Express’ - só veio reacender a guerra dos duques de Sussex com a imprensa. As novas medidas adotadas por Harry e Meghan implicam que não comuniquem ou respondam a qualquer tipo de pergunta ou interação vindas destes jornais. A decisão foi considerada uma forma de "censura" pelos editores.


A carregar o vídeo ...
Meghan Markle arrependida de abandonar a carreira
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo