Ministro da Cultura de Cabo Verde arrasa Rita Pereira após pedido de ajuda da atriz

O rosto da TVI apelou à solidariedade dos fãs garantindo que estão "crianças a morrer de fome".
Rita Pereira
Abraão Vicente
Rita Pereira
Abraão Vicente
07 mai 2020 • 19:15
O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, Abraão Vicente, reagiu ao pedido de ajuda feito por Rita Pereira, nas redes sociais.

A atriz apelava para ajudarem "as crianças a morrer de fome" naquele país garantindo que toda a ajuda é valiosa.

"Há crianças a morrer de fome, mesmo aqui ao nosso lado, num país para onde os portugueses vão de férias, ser felizes e aproveitarem aquelas praias incríveis. Eu sei que há muitas pessoas em Portugal também a passar por isto, mas também há muitos cabo-verdianos a viver aqui. Se vocês puderem ajudar podemos fazer a diferença", referiu nas redes sociais, ao anunciar que o cantor Nelson Freitas "criou um fundo de ajuda a Cabo Verde" para que fosse possível contribuir monetariamente e assim ajudar nessas situações de dificuldades.

No entanto, o ministro da cultura de Cabo Verde, Abraão Vicente, parece não ter achado 'piada' à iniciativa e desmente que esse drama seja real.

Abraão fez uma publicação nas redes sociais onde esclarece "que ninguém está a morrer de fome em Cabo Verde" e que a fome "é um tema muito sensível para os cabo-verdianos", pedindo que não se fale nele "de forma tão superficial".

"Posto isso, e peço ajuda ao nosso conterrâneo Nelson Freitas (que com certeza tinha as melhores das intenções), que lhe passe a seguinte mensagem: é certo que ainda temos pobreza, temos famílias que precisam de auxílio do estado e da comunidade", começou por dizer. "Mas graças a um esforço coletivo do nosso povo, dos nossos emigrantes e dos nossos parceiros internacionais conseguimos erradicar essa fome que mata crianças e velhos e que deixa cicatrizes na pela da nação", referiu Abraão Vicente.

O ministro cabo-verdiano terminou o esclarecimento ao fazer um pedido à atriz. "Sem mais, envio-lhe um abraço em nome de todos os cabo-verdianos e peço-lhe que retire o vídeo onde diz que há crianças a morrer de fome em Cabo Verde. Cuide-se, use máscaras ao sair de casa e mais uma vez obrigado pela sua preocupação", terminou.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo