Atriz Mira Sorvino revela que foi violada

Atriz foi uma das primeiras mulheres em Hollywood a dar a cara pelo movimento #MeToo.
Mira Sorvino
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein produziu mais de 300 filmes, séries e documentários desde os anos 80
Mira Sorvino
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein produziu mais de 300 filmes, séries e documentários desde os anos 80
14 jun 2019 • 01:30
Mira Sorvino, que já tinha revelado ter sido vítima de assédio sexual por parte de Harvey Weinstein, revelou esta quinta-feira que também foi violada.

A atriz, que foi uma das primeiras mulheres em Hollywood a dar a cara pelo movimento #MeToo, não especificou se o violador foi o cineasta, que foi acusado por mais de 80 mulheres.

"Aconteceu durante as filmagens de um filme, mas não quero entrar em pormenores. Nunca tinha falado sobre isto e estou a fazê-lo agora para ajudar todas as sobreviventes que precisam que seja feita justiça, e que precisam de tempo para ultrapassar o trauma e a vergonha", disse, em conferência de imprensa.

Sorvino contou ainda que a violação de que foi vítima é considerada de segundo grau, em Nova Iorque.

Isso acontece quando a vítima é menor de idade, não tem capacidade psíquica para decidir sobre o ato sexual ou quando se encontra em estado de embriaguês.
Mais sobre
Newsletter
topo